Recife: guarda empunha cassetete e leva bronca do superior

No vídeo, ele é questionado por um superior, que ordenou que retornasse ao esquema de segurança no protesto desta quinta (21)

Com cassetete em mãos após a chegada pacífica de manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) à sede da Prefeitura do Recife, na manhã desta quinta-feira (21), a conduta isolada de um dos agentes da Guarda Municipal foi repreendida por um superior.

Depois de percorrer a Avenida Conde da Boa Vista em protesto pela suspensão da ordem de despejo, moradores da Ocupação 8 de Março tentam ser ouvidos pelo Prefeito João Campos (PSB).

O prédio da gestão foi bloqueado com gradis e por um cordão de agentes municipais à frente de policiais militares. Fora do esquema de segurança montado nas dependências da Prefeitura, um único guarda empunhou o cassetete e se posicionou próximo aos manifestantes, sendo repreendido e afastado pelo seu superior.

Em nítida descoordenação à postura dos demais agentes de segurança, ele foi questionado sobre a conduta por um superior, que ordenou que recolhesse a arma não letal e o puxou de volta à formação.

Cerca de 300 famílias moram no terreno localizado na Rua Frei Casanova, próxima à Avenida Barão de Souza Leão, e cobram pelo cumprimento da determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, que suspendeu o cumprimento de ordens de despejo até o fim do ano.