Cientistas detectam explosão estelar na Via Láctea

Fenômeno é conhecido como supernova, um dos estágios finais da vida de uma estrela

por Rafael Sales sex, 12/03/2021 - 17:50
Pixabay Pixabay

Astrônomos trouxeram dados do telescópio espacial da Nasa, que mostram evidências da explosão de uma estrela localizada no centro da galáxia que o sistema solar faz parte. De acordo com a observação, foi possível afirmar que o fenômeno foi ocasionado por uma anã branca, um corpo celeste com massa comparável à do Sol, mas de tamanho semelhante a da Terra.

A explosão aconteceu próximo a um buraco negro supermassivo, chamado Sagitário A*, que se encontra no centro da Via Láctea. Os cientistas observaram essa região por 35 dias e encontraram um padrão fora do normal quando o telescópio emitiu imagens em raio-x. As imagens deste evento se assemelham a estudos em computadores que simulam uma reação nuclear de uma anã branca. Assim, a pesquisa pode ser confirmada e publicada na revista científica The Astrophysical Journal.

Embora o evento seja relativamente comum por conta das dimensões do espaço, esse tipo de supernova ainda não havia sido detectado dentro da Via Láctea. A descoberta pode ser mais uma ferramenta no auxílio do estudo de como os corpos celestes reagem no espaço. Em outras ocasiões, cientistas afirmaram que a reação de uma explosão deste tipo é responsável por emitir diferentes elementos, como ferro, níquel e cromo.

Mesmo sendo considerada uma explosão, ela foi avaliada como um evento de dimensões menores que as usuais, por conta da quantidade de hidrogênio e hélio que a anã branca fundiu. Sendo assim, a reação termonuclear que aconteceu no núcleo dela trouxe um processo mais lento na emissão de elementos que contribuem na construção de outros corpos celestes.

COMENTÁRIOS dos leitores