Governo da Espanha declara estado de emergência em Madri

Novas regras na capital, porém, estão no meio de batalha jurídica

sex, 09/10/2020 - 09:40
OSCAR DEL POZO / AFP OSCAR DEL POZO / AFP

O Conselho de Ministros da Espanha, em reunião extraordinária convocada pelo premier, Pedro Sánchez, declarou estado de emergência em Madri por conta do aumento no número de contágios pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A decisão foi comunicada à governadora, Isabel Díaz Ayuso, pela vice-premier, Carmen Calvo, e permite que o governo nacional tome medidas restritivas na região pelos próximos 15 dias, como o impedimento em deixar a cidade de residência por motivos não essenciais.

A urgência em aplicar a medida deve-se ao fato da próxima segunda-feira (12) ser feriado no país, o que provocaria um aumento na circulação de pessoas se deslocando para aproveitarem o descanso.

No entanto, o anúncio ocorre em um momento de intensa disputa jurídica e política na capital espanhola. Recentemente, o Tribunal Superior de Justiça de Madri bloqueou a aplicação de medidas de restrição de circulação por considerar que elas "ferem" os direitos dos moradores.

Além disso, o governo de Ayuso pediu mais tempo para desenvolver medida contra a Covid-19, dizendo que não seguiria as ordens nacionais e criaria normas "mais justas e adequadas" para a situação epidemiológica local.

Porém, como não há consenso entre Sánchez e Ayuso, o governo nacional tomou uma medida mais drástica. Forças policiais se deslocarão às cidades para evitar os deslocamentos dos cidadãos a partir das 15h (10h no horário de Brasília).

Em coletiva, o governo afirmou que a meta é baixar a taxa de incidência de mil casos a cada 100 mil habitantes para 750 casos a cada 100 mil moradores.

Em nota oficial, o governo da capital criticou a decisão "difícil de entender" porque os números "não estão estáveis, estão diminuindo tanto em contágios como em leitos de hospital".

Porém, segundo dados do próprio Ministério da Saúde, Madri é a região que mais vem registrando novas infecções diárias pelo novo coronavírus: foram 2.265 em 24 horas, conforme boletim divulgado na quinta-feira (8). Para efeito de comparação, nenhuma das outras regiões espanholas teve mais de 438 casos no mesmo período.

Nos últimos 14 dias, Madri teve 37.572 novas contaminações - mais do que o dobro da segunda colocada, a Catalunha, com 14.942.

A Espanha, assim como ocorre em outros países europeus, vem sofrendo com uma segunda onda de Covid-19. Desde o início da pandemia, em fevereiro, o país contabiliza 848.324 casos e 32.688 mortes.

Da Ansa

COMENTÁRIOS dos leitores