Astronautas se preparam para volta da missão SpaceX-Nasa

'Agora é a fase de entrada, descida e pouso no mar', declarou o astronauta Doug Hurley

sab, 01/08/2020 - 17:24
JOE RAEDLE Bob Behnken (d) e Doug Hurley (e) decolaram de Cabo Canaveral em 30 de maio a bordo de um SpaceX Crew Dragon e devem pousar na costa da Flórida em 2 de agosto de 2020 JOE RAEDLE

Os primeiros astronautas dos Estados Unidos a chegar à Estação Espacial Internacional (ISS) em uma espaçonave americana em quase uma década se preparavam neste sábado (1º) para voltar para casa conforme o planejado, apesar da passagem do furacão Isaías pela Flórida.

"Agora é a fase de entrada, descida e pouso no mar, depois de desacoplarmos, espero que um pouco mais tarde hoje", disse Doug Hurley, um dos dois astronautas, em uma cerimônia de despedida a bordo da ISS, que foi transmitida na TV da Nasa.

"As equipes estão trabalhando muito, especialmente com a dinâmica do clima nos próximos dias pela Flórida", disse ele. "E agradecemos esses esforços porque conheço essas decisões e esse trabalho não é fácil".

Bob Behnken e Doug Hurley decolaram de Cabo Canaveral em 30 de maio a bordo do SpaceX Crew Dragon e estavam programados para pousar na costa da Flórida na tarde de domingo.

Por enquanto, o desacoplamento continua marcado para as 19h34 locais (20h34 de Brasília) deste sábado e o pouso no mar está previsto para as 14h42 locais (15h42 de Brasília) no domingo.

"As condições indicam 'avançar' para o primeiro alvo principal, ao largo da costa de Pensacola, e local alternativo na costa da Cidade do Panamá, no Golfo do México, para o pouso no mar e recuperação no domingo, 2 de agosto", relatou a Nasa em seu blog.

Mas a agência espacial americana disse que está acompanhando de perto a evolução do furacão Isaías de categoria 1, que atingiu as Bahamas na sexta-feira e se dirigia para a Flórida.

"A Nasa e a SpaceX tomarão a decisão final de prosseguir depois que os astronautas estiverem prontos dentro do Crew Dragon, pouco antes da desacoplagem", afirmou. Esta ligação deve ocorrer às 18h de Brasília.

Antes, durante a cerimônia da ISS, Behnken disse que "a parte mais difícil foi nos lançar. Mas a parte mais importante é nos levar para casa".

Dirigindo-se ao filho e ao filho de Hurley, ele levantou um dinossauro de brinquedo que as crianças escolheram enviar na missão e disse: "O Hipossauro está voltando para casa em breve e estará com seus pais".

Behnken depois tuitou: "Todas as minhas malas estão prontas, estou pronto para ir".

'Dia emocionante'

O chefe da missão, Chris Cassidy, classificou o dia como "emocionante" e disse estar triste ao ver a dupla deixar a ISS, destacando a importância de ter um novo meio de transportar astronautas.

Essa missão é a primeira realizada por uma espaçonave tripulada lançada do solo americano desde 2011, quando o programa de ônibus espaciais terminou.

É também a primeira vez que uma empresa privada leva astronautas para a ISS. Os Estados Unidos pagaram à SpaceX e à gigante aeroespacial Boeing um total de sete bilhões de dólares por contratos de "táxi espacial".

Mas o programa da Boeing falhou após um teste malsucedido no final do ano passado, tornando a SpaceX, fundada em 2002, a favorita nos contratos.

Nos últimos nove anos, os astronautas americanos viajaram para a ISS em foguetes russos da Soyuz. Washington pagou cerca de 80 milhões de dólares por cada um deles.

COMENTÁRIOS dos leitores