Hamas reabre temporariamente a fronteira de Gaza com Egito

Passagem estava fechada devido à nova pandemia de coronavírus

seg, 13/04/2020 - 16:37
SAID KHATIB Acampamento de refugiados em Khan Yunis, em 28 de janeiro de 2020 SAID KHATIB

As autoridades do Hamas na Faixa de Gaza reabriram temporariamente a fronteira com o Egito, fechada devido à nova pandemia de coronavírus, nesta segunda-feira para permitir que centenas de palestinos retornem ao enclave.

Segundo o porta-voz do Ministério do Interior do Hamas, Iyad al Bozm, a fronteira ficará aberta por apenas quatro dias e todos os retornados estarão sujeitos à quarentena obrigatória por 21 dias, um período que pode ser prolongado.

Até o momento, apenas 13 casos do novo coronavírus foram confirmados na Faixa de Gaza, todos contaminados no exterior ou que tiveram contato com esses contagiados durante a quarentena.

Dezenas de policiais acompanharam médicos e enfermeiras na entrada da passagem de Rafah com o Egito, onde os palestinos estavam retornando na segunda-feira, incluindo estudantes e outros que estavam sendo tratados fora de Gaza por outras doenças que não o COVID-19, explicou o médico Mohamed Abou Salamieh.

A Faixa de Gaza, sob o bloqueio de Israel desde que o movimento islâmico Hamas assumiu o poder em 2007, ficou sem kits de teste para o novo coronavírus na semana passada, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) entregou 480 kits no domingo.

COMENTÁRIOS dos leitores