Bancários criticam determinação da prefeitura sobre filas

Sindicato da categoria avalia que o decreto não garante a segurança dos profissionais

Nesta segunda (13), a Prefeitura do Recife anunciou, dentre outras medidas de prevenção da covid-19, que bancos e casas lotéricas devem controlar a fila dentro e fora dos estabelecimentos. Por meio de nota, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco avaliou que a determinação municipal não garante a viabilidade e segurança aos profissionais. A entidade considera que essa responsabilidade deveria ser atribuída à Guarda Municipal e à Polícia Militar.

“Situações de agressão verbal e física em consequência da tentativa de organização das filas já foram reportadas ao Sindicato pela categoria. É importante ressaltar que os bancários estão cumprindo um importante papel social em meio à pandemia do novo coronavírus, atendendo a demanda da população da forma mais eficiente e ágil possível, mas que precisam de plenas condições para exercer a função”, prossegue a nota.

No posicionamento, o sindicato comenta ainda que já teve as reivindicações atendidas em municípios como São Lourenço da Mata, na região metropolitana do Recife, e Caruaru, no agreste do estado. “A entidade propõe que seja criado um Comitê de Crise Estadual, com a participação do Sindicato, representantes dos bancos, Governo do Estado e prefeituras, para buscar soluções coletivas para evitar a aglomeração nas filas dos bancos”, conclui a entidade.