Caco Barcellos fala em Belém sobre os efeitos da corrupção

Jornalista está entre os participantes de seminário sobre Cultura da Integridade promovido pela Auditoria Geral do Estado do Pará (AGE). Palestra será nesta quinta-feira (13), no Centur.

qui, 13/02/2020 - 08:26
Internet Jornalista Caco Barcellos participa de seminário em Belém sobre Cultura da Integridade Internet

A Auditória Geral do Estado do Pará (AGE-Pará) promove, nesta quinta-feira (13), o I Seminário de Estímulo à Cultura de Integridade. O evento ocorre no Teatro Margarida Schivasappa, do Centur, de 14 às 18 horas, e ìntegra o calendário de atividades do programa AGE CAPACITA, que possui como objetivo qualificar servidores públicos.

A programação terá ínico com  uma mesa-redonda que discutirá sobre a importância da disseminação da cultura da integridade. Ela conta com a participação de nomes como: Giussep Mendes, auditor-geral do Estado; Gustavo Ungaro, controlador-geral do município de São Paulo; Vanessa Boechat, assessora de Integridade Pública da Controladoria Geral do Estado do Rio de Janeiro;  Alexandre Tourinho, promotor de justiça do Ministério Público do Estado; Alberto Teixeira, delegado geral da Polícia Civil; Hana Ghassan, da secretária estatual de planejamento e administração; e Elieth Braga, da secretária estatual de educação. A mesa será mediada pela jornalista Vanessa Vasconcelos.

Logo após, às 17 horas, o jornalista, réporter e escritor Caco Barcellos, da Rede Globo, comandará a palestra sobre os efeitos da corrupção na sociedade brasileira. Caco é jornalista formado pela Universidade Católica do Rio Grande do Sul, especialista em jornalismo investigativo e documentário. Escreveu o livro-reportagem “Abusado, o Dono do Morro da Marta”, que relata como as grandes organizações criminosas atuam para controlar  o tráfico de drogas no Rio de Janeiro. Também foi vencedor do Prêmio Jabuti de 1993, na categoria reportagem, pelo livro “Rota 66 – A história da polícia que mata”, fruto de uma intensa investigação a respeito da atuação illegal realizada pela companhia especial da Polícia Militar Paulista ROTA (Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar), nas décadas de 70 e 80.

Caco Barcellos vai falar sobre a corrupção na sociedade brasileira e o quanto ela pode ser danosa para um país.

O evento é aberto ao público. Os interessados poderão realizer sua inscrição no site da AGE, com direito a certificado.

Por Carolina Albuquerque.

COMENTÁRIOS dos leitores