Bolsas asiáticas fecham sem direção única após acordo

qui, 16/01/2020 - 06:40

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quinta-feira, à medida que investidores ainda digeriam detalhes do acordo comercial preliminar que EUA e China assinaram ontem em Washington.

Nos negócios da China continental, o índice Xangai Composto recuou 0,52% hoje, a 3.074,08 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,15%, a 1.811,57 pontos. Por outro lado, o Hang Seng subiu 0,38% em Hong Kong, a 28.883,04 pontos.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei teve alta marginal de 0,07% em Tóquio, a 23.933,13 pontos, sustentado por ações do setor farmacêutico, e o sul-coreano Kospi avançou 0,77% em Seul, a 2.248,05 pontos, impulsionado por papéis de tecnologia e de montadoras, mas o Taiex registrou baixa de 0,21% em Taiwan, a 12.066,93 pontos.

Autoridades dos EUA e da China descreveram o acordo comercial "de fase 1" formalizado ontem como um passo adiante no sentido de revolver sua disputa comercial, que se arrasta desde meados de 2018.

Além disso, o vice-presidente americano, Mike Pence, declarou que a Casa Branca já começou discussões sobre a "fase 2" do pacto comercial com a China.

Incertezas, no entanto, persistem sobre a disposição dos EUA de futuramente reverterem tarifas adicionais que continuam em vigor contra produtos chineses.

Investidores na Ásia aguardam agora os últimos números do Produto Interno Bruto (PIB) da China, assim como indicadores de produção industrial, vendas no varejo e investimentos em ativos fixos, que serão divulgados às 23h (de Brasília) desta quinta.

Após a cerimônia de assinatura do acordo em Washington, o vice-primeiro-ministro chinês Liu He disse à mídia estatal que o PIB da China teve expansão "de mais de 6%" em 2019 e se mostrou confiante em relação ao desenvolvimento da segunda maior economia do mundo no longo prazo.

Na Oceania, a bolsa australiana não apenas ficou no azul como fechou em nova máxima histórica pelo terceiro pregão seguido. O S&P/ASX 200 avançou 0,67% em Sydney, a 7.041,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

COMENTÁRIOS dos leitores