Evo descumpre promessa e critica presidente interina

Pelo Twitter, o ex-presidente boliviano criticou Jeanine Áñez e sua gestão

sab, 14/12/2019 - 08:11
HO/CTA/AFP HO/CTA/AFP

Durou menos de um dia a promessa feita pelo ex-presidente boliviano Evo Morales ao governo argentino de não falar sobre política enquanto estiver como refugiado na Argentina. Pelo Twitter, Evo criticou a presidente interina, Jeanine Áñez, e sua gestão.

"O governo de Áñez, (Luis Fernando) Camacho e (Carlos) Mesa pretendem voltar ao passado. Eles falam sobre privatizar e entregar nossas empresas estratégicas às transnacionais. Eles estão preparando o retorno do FMI", escreveu. 

Na quinta-feira, o novo ministro das Relações Exteriores da Argentina, Felipe Solá, disse que o governo argentino não queria Evo "usando" o país para fazer política e campanha eleitoral. (com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

COMENTÁRIOS dos leitores