Encontro reúne juventude para debater questões amazônicas

Evento da Agência de Jovens Comunicadores da Amazônia vai compartilhar vivências sobre resistências e lutas na região

Dezenas de jovens de bairros periféricos da Região Metropolitana de Belém estarão reunidos no sábado (14), das 8 às 19 horas, na Fundação Curro Velho, durante o III Encontro das Juventudes Amazônidas. Promovido pelo Instituto Universidade Popular (Unipop), por meio do projeto Agência de Jovens Comunicadores da Amazônia, o evento vai debater, refletir e compartilhar vivências sobre as resistências juvenis na Amazônia. A inscrição para participar do evento, que é gratuito, pode ser feita no blog da Agência.

“Uma juventude diversa que esse ano vai trazer como debate principal a luta contra o sistema que tenta desmobilizar e silenciar as juventudes que são marcadas pelas suas diversidades e pluralidades, racializando, objetificando e criminalizando seus corpos”, conta Naiane Queiroz, educadora social e responsável pela Agência Jovens Comunicadores da Amazônia.

Temas como feminicídio, LGBTIfobia, extermínio da juventude negra, as lutas dos guardiões da floresta, entre outros debates, serão abordados durante o encontro que vai encerrar com uma programação cultural diversificada. Uma representação de jovens indígenas da etnia Guajajara, que no último período tem sofrido com políticas genocidas, também participará do Encontro.

“Essa atividade é um evento de grande importância, por ser a culminância dos processos vividos durante o ano e também por agregar muitas juventudes da UNIPOP e de outros grupos e coletivos, que manifestam seus anseios, urgências, fazem suas denúncias e propõem ações que atendam às suas necessidades”, afirma Patrícia Cordeiro, coordenadora das ações com juventudes da UNIPOP.

A Agência Jovens Comunicadores da Amazônia surgiu a partir da execução do Projeto Jovens Comunicadores da Amazônia. Adolescentes e jovens da Região Metropolitana de Belém participaram do curso de comunicação popular, vivenciando processos de mobilização a partir de atividades de incidência política e produção de conteúdos para a internet, redes sociais, blogs, sites etc. É formada a partir de grupos de jovens que vivenciaram processos na Unipop e de entidades parceiras como o Coletivo Tela Firme, Jovens + Pará, Coletivo de Juventude do Centro de Estudos e Defesa do Negro no Pará (CEDENPA), estudantes de comunicação, jornalistas e educadores populares. Conta com a parceria e apoio do Fundo Brasil de Direitos Humanos e Ação Mundo Solidário (ASW).

Serviço

III Encontro das Juventudes Amazônidas.

Data: 14 de dezembro. Hora: Das 8 às 19 horas.

Local: Fundação Cultural Curro Velho – Rua Prof. Nelson Ribeiro, 287, Telégrafo.

Link para inscrição: https://bit.ly/38tT0nr

Evento gratuito

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

08:00h- Credenciamento, Café da manhã e momento musical.

09:00h- Abertura: Boas vindas (Falas institucionais)

09:15h – Mesa 1: Juventudes e perspectivas de enfrentamentos na Amazônia

10:15h – Diálogo com juventudes.

11:15h – Apresentação dos vídeos sobre a Agência e enquete sobre feminicídio

11:45h – Mesa 2: Saúde mental (ansiedade, depressão, auto mutilação, suicídio)

12:10h (Diálogo)

12:45h – Almoço

14:00h- Volta do almoço

14:15h – Atividade de grupo: Rodas Temáticas

1- Comunicação Popular

2- Arte, cultura e diversidade.

3- Empregabilidade (Formal e informal)

4- Masculinidades e Feminilidades no contexto de violências (Empodera)

5- Ativismo

15:45h- Compartilhamento da vivência da roda temática

16:15h- Apresentação do vídeo da turma de comunicação e a certificação.

17:00h- Agradecimento e Informes

ATRAÇÕES CULTURAIS:

17:20h- Cultural

17:20h – Richard

17:30h – Jennie Marks

17:40h – Slam Dandaras

18:00h – Duas irmãs: Mazikeen e Athenas

18:20h – Well Rodrigues (Free Step)

18:30h – Grupo Ariru tupã PA

19:00h- Encerramento da Cultural

Por Vivianny Matos, da assessoria do evento.