Manifestações em Hong Kong: primeiro chinês é condenado

Desde a primeira manifestação em massa no território autônomo, realizada em junho, mais de 3.300 pessoas foram presas por participarem dos protestos

qui, 07/11/2019 - 12:50
Philip FONG Desde a primeira manifestação em massa no território autônomo, realizada em junho, mais de 3.300 pessoas foram presas por participarem dos protestos, um terço delas estudantes Philip FONG

A Justiça condenou pela primeira vez um estudante da China continental por participar, com uma arma letal, de uma manifestação pró-democracia em Hong Kong. A informação foi divulgada pelo tribunal nesta quinta-feira (7).

Desde a primeira manifestação em massa no território autônomo, realizada em junho, mais de 3.300 pessoas foram presas por participarem dos protestos, um terço delas estudantes.

Chen Zimou, de 24 anos, um estudante de música e inglês originário de Chongqing (sudoeste da China), foi preso em posse de um bastão retrátil em julho, durante um protesto em julho.

O estudante já passou duas semanas na prisão provisória e agora ficará mais quatro, após o anúncio de sua sentença nesta quinta-feira.

Chen estuda na Universidade de Hong Kong e todo fim de semana visita Shenzhen, na China continental, onde ensina piano.

Um outro manifestante de Hong Kong, de 16, foi considerado culpado nesta quinta também por possuir uma arma letal, no primeiro caso de um menor condenado desde o início do movimento de protesto.

COMENTÁRIOS dos leitores