Turquia bombardeia posições no Curdistão iraquiano

Os bombardeios turcos mataram '12 terroristas separatistas', afirma um comunicado do ministério, que classifica desta maneira os membros do PKK

ter, 08/10/2019 - 11:50
Safin Hamed (Arquivo) Protesto em 2 de fevereiro de 2018 em Erbil, capital do Curdistão iraquiano, contra uma operação militar do Exército turco contra as forças curdas sírias Safin Hamed

A Turquia bombardeou na segunda-feira e nesta terça-feira posições dos rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque, anunciou o ministério da Defesa.

Os bombardeios turcos mataram "12 terroristas separatistas", afirma um comunicado do ministério, que classifica desta maneira os membros do PKK.

O PKK trava um conflito de guerrilhas contra a Turquia desde 1984 e Ancara responde com bombardeios regulares contra a base dos insurgentes na região montanhosa do norte do Iraque.

Os bombardeios aconteceram no momento em que Ancara se prepara para uma operação militar na Síria contra outro grupo curdo armado, as Unidades de Proteção Popular (YPG).

A Turquia considera as YPG o braço sírio do PKK e denuncia os deslocamentos de homens e armas entre os dois grupos, entre a Síria e o Iraque.

A comunidade internacional, no entanto, considera os milicianos curdos a linha de frente da batalha contra o grupo extremista Estado Islâmico na Síria.

COMENTÁRIOS dos leitores