PM fuzila jovem que estava brincando com arma de pressão

Os policiais invadiram a casa da vítima e deram 5 tiros contra ele, que brincava no quintal de casa com a arma de brinquedo

por Jameson Ramos sex, 19/04/2019 - 14:13
Pixabay Moradores relatam que os policiais chegaram com o rosto coberto Pixabay

Vitor Henrique Xavier Silva Santos, 19 anos, foi fuzilado por policiais militares no bairro Ingleses, em Florianópolis, Santa Catarina. O jovem estava brincando de atirar em latinhas com uma arma de pressão quando foi surpreendido pelos PMs. A sua irmã, Vivian Silva Santos, de 22 anos, estava em casa no momento do ocorrido.

Ao site ND+, Vivian relatou que os policiais tomaram o seu celular, o que impediu que ela chamasse seus pais. Parentes e amigos confirmam que Vitor costumava brincar com a arma de pressão e com o cachorro no quintal de casa. A família aponta que a morte aconteceu por conta da cor da vítima. "Negro já nasce bandido para eles (polícia)", falou uma mulher que não quis se identificar.

Ainda de acordo com os moradores que viram a ação, os policiais chegaram fardados e com o rosto coberto. Ao site, o delegado Ênio Matos disse que os PMs envolvidos relataram que receberam uma informação de que um rapaz estaria apontando uma arma para as pessoas na rua.

Os policiais alegaram que ao anunciar a abordagem, o jovem teria apontado a arma de pressão na direção deles e, por não saberem que a arma era de brinquedo, deram 5 tiros contra a vítima. Vitor foi enterrado nesta sexta-feira (19).

COMENTÁRIOS dos leitores