Vídeo de suposto assédio de PM em metrô gera polêmica

Na imagem, policial aparece em pé com o corpo colado ao de uma mulher sentada, mesmo o metrô não estando lotado

qua, 12/09/2018 - 16:00

Repercute nas redes sociais um vídeo que exibe um policial militar supostamente cometendo assédio dentro de um vagão de metrô. Na imagem, o PM aparece em pé com o corpo junto ao de uma mulher sentada, mesmo com o vagão não estando lotado, inclusive com cadeiras vazias.

No Facebook, o vídeo foi postado pela página Paz na Rede, que associou o ocorrido ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). A página pontua que a ação flagrada no vídeo seria estimulada em uma eventual vitória de Bolsonaro. A menção ao candidato também atraiu muitos defensores do mesmo.

"A mulher está bem tranquila para quem está sendo 'assediada'. Se está mesmo, ela está gostando...", diz um internauta de voto declarado em Bolsonaro. Outros que defendem o policial levantam o mesmo ponto, advertem que o militar pode ter um relacionamento amoroso com a mulher ou justificam que policiais fardados não podem sentar.

"Só quem já sofreu assédio sabe, na hora ficamos sem reação, com vergonha e enojadas. Que dó dessa mulher...", rebate uma usuária. "Com certeza ela estava incomodada com a situação, mas como se tratava de um agente público (ela ficou com medo de fazer um escândalo, porque com certeza ninguém iria sair a favor dela e contra o policial, já temendo retaliação por parte do policial", opinou um rapaz.

Embed:

COMENTÁRIOS dos leitores