PF descobre repasse de notas falsas entre presos no Cotel

Segundo a Polícia Federal, denúncia teria partido de outros detentos da unidade

qui, 05/04/2018 - 08:44
Divulgação/Polícia Federal Um dos presos vai responder por circulação de moeda falsa e poderá somar mais doze anos a sua pena Divulgação/Polícia Federal

Agentes penitenciários realizaram a prisão de um detento do Centro de Observação e Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, por estar repassando notas falsas para outro detento da mesma unidade prisional. O caso foi parar na Polícia Federal (PF).

De acordo com a PF, a denúncia teria partido de outros detentos do Cotel. Duas notas de R$ 100 foram encontradas com um preso de 25 anos, analfabeto, natural do estado de São Paulo, que possui antecedentes criminais por tráfico de drogas.

O preso relatou que as notas falsas haviam sido repassadas por outro recluso, que responde por porte ilegal de arma de fogo. Os dois foram levados à sede da Polícia Federal, no Recife, para esclarecimentos.

Segundo a PF, o preso que estava repassando as notas falas foi autuado pelo crime de colocar em circulação moeda falsa. Caso ele seja condenado poderá pegar até 12 anos de reclusão mais multa.

 

COMENTÁRIOS dos leitores