Sarney Filho nega que Roseana recebeu dinheiro do esquema

"É minha obrigação vir aqui repor a verdade. Em nenhum momento a governadora confirmou qualquer tipo de coisa", disse o irmão da ex-governadora

ter, 25/08/2015 - 21:44

O líder da bancada do PV na Câmara dos Deputados, Sarney Filho (MA), compareceu na tarde desta terça-feira, 25, à CPI da Petrobras para rebater as declarações do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa de que a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) recebeu recursos do esquema de corrupção. Exaltado, Zequinha Sarney, como é chamado, disse que as acusações eram falsas.

"É minha obrigação vir aqui repor a verdade. Em nenhum momento a governadora confirmou qualquer tipo de coisa. Exijo respeito pela história de vida da governadora, ao contrário da história de vida de Paulo Roberto", declarou o irmão da ex-governadora. Zequinha não é membro da comissão, mas pode defender a peemedebista usando o tempo regimental concedido a líderes partidários.

Costa disse hoje na acareação com o doleiro Alberto Youssef que Roseana confirmou o recebimento do recurso. Já o doleiro negou que tenha enviado valores para a peemedebista. "Não entreguei nenhum valor ao (Edison) Lobão e à Roseana à pedido do Paulo Roberto", afirmou.

Outra divergência entre os delatores é sobre o pagamento de recursos para a campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2010 com intermediação do ex-ministro Antonio Palocci. Costa diz que o repasse foi feito, mas o doleiro declarou que não conhece o petista. Segundo Youssef, um novo delator vai detalhar o suposto pedido feito por Palocci.

Pressão

O doleiro foi questionado pelo petista Jorge Solla (BA) sobre o suposto esquema de corrupção envolvendo Furnas e os tucanos de Minas Gerais, mais precisamente sobre a participação do presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG). Youssef disse que o esquema foi relatado a ele pelo ex-deputado José Janene (PP-PR).

Sobre repasses ao senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), o doleiro disse que a ele coube apenas enviar o dinheiro. "Mandei dinheiro sim a Belo Horizonte, mas não fui eu quem foi lá entregar. A mim não foi dito que era para o Anastasia. Quem foi lá entregar foi o Jaime (de Oliveira), só ele pode dizer a quem entregou."

COMENTÁRIOS dos leitores