Petrolina celebra classificação milionária, mas admite dificuldades para disputar a Série D

Fera Sertaneja eliminou o Cascavel-PR na Copa do Brasil

Petrolina celebra classificação milionária, mas admite dificuldades para disputar a Série D

Petrolina será um dos quatro representantes de Pernambuco na Série D. Foto: Bruno Lopes/Petrolina

O Petrolina é o mais novo milionário do “pedaço”. Após eliminar o Cascavel na Copa do Brasil, totaliza R$ 1,732 milhões em premiação – sendo R$ 787 mil pela primeira fase e mais R$ 945 mil pela classificação. Os cifrões servem como um fôlego financeiro para a Fera Sertaneja, que em 2024 disputará a Série D do Campeonato Brasileiro.

No entanto, não será fácil arcar financeiramente com a competição nacional. É o que afirma Jeferson Oliveira, presidente do clube, em entrevista exclusiva à reportagem do LeiaJá. Lembrando que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) auxilia as 64 equipes participantes, seja nos custos de viagens, bem como de hospedagem.

“A despesa é enorme. A CBF banca os custos de 25 pessoas, entre jogadores e comissão técnica. Portanto, isso diminui o custo, porém temos a folha salarias, as despesas do estádio. Então, a gente sabe que ainda existe uma dificuldade, mas estamos prontos para começar a pensar nestas despesas”, relata o mandatário.

Contudo, o presidente do Petrolina garante que não medirá esforços para fazer uma boa companha na Quarta Divisão. “A gente sabe que nos jogos aqui dentro de casa, nossa torcida vai apoiar. Mas nossa capacidade é pequena. Apesar disso, sabemos dos nossos objetivos, a gente vai forte na Série D, pensando no acesso à Série C de 2025”, afirma.

Direção do Petrolina comemorando a classificação na Copa do Brasil
Direção do Petrolina comemorando a classificação na Copa do Brasil. Foto: Divulgação/Petrolina

O Petrolina no mercado

A classificação que veio com vitória por 3 x 2 sobre o Cascavel faz o Petrolina olhar com olhos mais animadores no mercado. Existe a expectativa de novas contratações, mas Jeferson Oliveira evita falar em nomes ou peças.

“A primeira premiação (por participar da Copa do Brasil) foi para pagar dívidas trabalhistas. Agora, com essa nova premiação, a gente já começa a olhar para a Série D, que é outro objetivo nosso. Outra grande história que vamos começar a escrever na nossa cidade”, inicia.

“A gente tem uma reformulação no elenco para fazer. Estamos atrás de novos jogadores para vir compor elenco. Então, essa ajuda financeira faz com que a gente pense um pouco melhor. Estamos na expectativa de fazer um grande campeonato”, acrescenta.

Próximo adversário na Copa do Brasil

O Petrolina enfrenta o Sousa-PB na próxima fase. A equipe paraibana eliminou o Cruzeiro na primeira fase e tem o respeito da Fera Sertaneja. “O Sousa fez um grande jogo diante do Cruzeiro, que é um clube gigante, o maior campeão da Copa do brasil. É o jogo no qual quem errar menos sairá com a vitória, e é isso que a gente vai buscar lá na Paraíba”, destaca.

A partida ainda não tem data confirmada pela CBF. A expectativa, entretanto, é que seja realizada em março, com mando da equipe paraibana, no Estádio Antônio Marques da Silva Mariz, o “Marizão”.