Inter bate o Napoli e é tricampeã da Supercopa da Itália

Gol do título foi marcado por Lautaro Martínez nos acréscimos

Inter bate o Napoli e é tricampeã da Supercopa da Itália

A Inter de Milão é tricampeã da Supercopa da Itália e agora tem oito títulos na história da competição. Com um gol do artilheiro Lautaro Martínez nos acréscimos do segundo tempo, superou o Napoli por 1 a 0 no Al-Awwal Park, em Riad, na Arábia Saudita, e ergueu o troféu igualando feito do rival Milan, até entoa único com três taças seguidas.

Foi o 21º gol de Lautaro Martínez na temporada, artilheiro do Campeonato Italiano, com 18 bolas nas redes, e que vai dando a volta por cima após ser bastante questionado por não se destacar com a Argentina na conquista do tricampeonato mundial na Copa do Mundo do Catar, em dezembro de 2022.

Com a oitava conquista, a Inter se isola na segunda colocação dos maiores campeões da Supercopa da Itália, deixando o Milan em terceiro, com sete, e apenas um título atrás da Juventus. O técnico Simone Inzaghi ganhou sua 5ª taça da competição.

Campeão italiano de um lado e da Copa da Itália do outro, Napoli e Inter de Milão pisaram no gramado do em Riad, na Arábia Saudita, prometendo um grande jogo. Atual bicampeã, a equipe de Simone Inzaghi levava ligeiro favoritismo pelo momento melhor. Mas os napolitanos prometiam superação.

E o começo de jogo foi melhor do Napoli, que adotou postura ofensiva e rondou a área da Inter, buscando a abertura do marcador. Faltava, porém, mais capricho para surpreender a Inter, que não imaginava tal postura.

A prova é que a equipe de Milão demorou a se encontrar, mas chegou bem pela primeira vez aos 17. O lance, caso terminasse em gol de Çalhanoglu, seria invalidado por causa de falta na origem da jogada. Contudo, finalmente os atuais bicampeões ‘acordaram’ na decisão.

A partida ficou empolgada, com equipes mais preocupadas em anotar o gol do que se defender. Ninguém queria saber de definição nas penalidades. No lá e cá, Lautaro Martínez quase fez de cabeça aos 31. A bola foi para fora. Seis minutos depois, o argentino escorou cruzamento e balançou as redes, mas o impedimento acabou anotado pelo auxiliar na origem da jogada.

Maior artilheiro da seleção italiana e ídolo do Cagliari, Gigi Riva morreu aos 79 anos e recebeu homenagem após o intervalo. O telão mostrou a imagem do atacante com um Ciao Gigi e foi prestado um minuto de silêncio. Os jogadores e os torcedores aplaudiram. O vice-campeão Mundial de 1970 defendeu a Azurra em 42 partidas e balançou as redes adversárias 35 vezes.

O começo da etapa final também teve o Napoli como protagonista, repetindo os 15 minutos iniciais. Kvaratskhelia exigiu grande defesa de Sommer em batida colocada. A Inter respondeu em batida de Thuram nas mãos de Gollini. Logo depois, Diego Simeone levou o segundo amarelo ao tentar ajudar na marcação e acabou expulso, deixando o Napoli com um a menos aos 15 minutos.

Inzaghi reforçou o ataque, com o brasileiro Carlos Augusto como ala ofensivo e Frattesi para tentar furar o paredão defensivo do Napoli. Depois, ainda apostou em Arnautovic e Alexis Sánchez, com dois centroavantes em campo.

Com um a mais, a Inter dominou a parte final da partida e exerceu enorme pressão no Al-Awwal Park. Esbarrou em duas defesas espetaculares de Gollini até Lautaro Martínez, nos acréscimos, finalmente abrir o marcador. Esperto, o artilheiro se posicionou bem na área e apareceu bem no cruzamento de Pavard para anotar pela 21ª vez na temporada e dar o tricampeonato à Inter. Após o gol, foi substituído e saiu aplaudido.