Pelé recebe homenagens um ano após sua morte

O maior jogador de todos os tempos foi lembrado por diversas personalidades, entidades, como a Fifa e CBF, e clubes, através de postagens nas redes sociais

O mundo do futebol se mobilizou nesta sexta-feira logo nas primeiras horas do dia. O motivo: um ano sem Pelé. O maior jogador de todos os tempos foi lembrado por diversas personalidades, entidades, como a Fifa e CBF, e clubes, através de postagens nas redes sociais.

O ex-atacante faleceu no dia 29 de dezembro de 2022, aos 82 anos, em razão de complicações de um câncer no cólon. Pelé vinha enfrentando diversos problemas de saúde nos últimos anos, com maior preocupação quanto ao câncer, que acabou gerando uma falência múltipla dos órgãos.

Desde então, o ídolo brasileiro e mundial foi alvo de diversas homenagens dentro e fora do País. Nesta sexta, as lembranças ao Rei do Futebol voltaram a ganhar destaque nas redes sociais. O Santos, time em que Pelé fez história, e a Fifa, entidade que organiza o futebol mundial, foram os primeiros a prestar homenagens ao eterno camisa 10.

“29 de dezembro de 2022. A data que ninguém gostaria de lembrar, mas que deve ser reverenciada. O mundo chorava por um homem e a imortalidade se tornava real. Símbolo de genialidade, de excelência, de perfeição. A história marcada por 1.116 jogos, os 1.091 gols, os 45 títulos pelo Santos. Com um simples apelido, um número 10 nas costas e assim se tornou o maior de todos os tempos. Um Rei para sempre”, escreveu o clube da Vila Belmiro.

Em seu perfil oficial, a Fifa foi mais curta nas palavras, em inglês: “Um ano desde que nos despedimos de uma lenda”. No entanto, a entidade destacou a figura do Rei num quadro com bordas douradas. Abaixo dela uma placa consta: “O Rei (em português): 1940 – Forever (para sempre)”.

Em seu site, a CBF também voltou a homenagear Pelé, além de relembrar as diversas ações do futebol brasileiro em referência ao Rei nestes últimos 12 meses. “Em 29 de dezembro de 2022, Edson Arantes do Nascimento nos deixou, aos 82 anos, vencido por um câncer de cólon. Um ano depois de seu falecimento, o Rei Pelé permanece no imaginário de milhões de pessoas espalhadas pelo mundo em reconhecimento à sua genialidade, arte e talento jamais vistos em um jogador de futebol”, escreveu a entidade.

Além das homenagens na internet, é possível prestigiar o Rei “pessoalmente”. Desde que foi inaugurado em maio deste ano, no cemitério vertical Memorial Necrópole, em Santos, o mausoléu onde Pelé está sepultado já recebeu mais de 7 mil visitantes. Boa parte deles é de estrangeiros.