Sem sustos, Verstappen vence corrida sprint do GP de SP

Sem sustos ou tempestade, Max Verstappen dominou com facilidade a corrida sprint do GP de São Paulo de Fórmula 1, neste sábado. O tricampeão mundial superou o britânico Lando Norris logo na largada e não teve qualquer problema para confirmar o favoritismo no Autódromo de Interlagos. O piloto da McLaren terminou em segundo, seguido do […]

Sem sustos ou tempestade, Max Verstappen dominou com facilidade a corrida sprint do GP de São Paulo de Fórmula 1, neste sábado. O tricampeão mundial superou o britânico Lando Norris logo na largada e não teve qualquer problema para confirmar o favoritismo no Autódromo de Interlagos. O piloto da McLaren terminou em segundo, seguido do mexicano Sergio Pérez, o outro piloto da Red Bull.

Apesar de afirmar que não gosta deste formato de prova curta, Verstappen venceu a sprint pela sétima vez, um recorde na F-1. Com o resultado, embolsou mais oito pontos no Mundial de Pilotos, do qual é o campeão antecipado. A corrida sprint, realizada pela última vez nesta temporada, em São Paulo, contou com 24 voltas – 103,3 quilômetros.

Atual vencedor da corrida sprint em Interlagos, o inglês George Russell foi o quarto colocado, bem à frente de Lewis Hamilton. O piloto “mais brasileiro” do grid começou bem a corrida curta, chegou a figurar em terceiro, mas perdeu seguidas posições ao longo da prova e terminou somente na sétima colocação.

O resultado traz alívio para Pérez, que vinha pressionado dentro da Red Bull por causa do seu desempenho nas últimas etapas. Ele sofre a ameaça de Hamilton na briga pelo segundo lugar geral do campeonato. E, desta vez, pôde marcar posição ao superar justamente o inglês ao longo da prova.

A corrida sprint deste sábado começou com uma fácil ultrapassagem de Verstappen sobre Norris, antes mesmo da primeira curva do circuito paulistano. O britânico da McLaren também perdeu a posição para Russell logo na segunda volta. Atrás deles, Hamilton e Pérez faziam a disputa mais quente do início da prova.

O inglês da Mercedes, que largara em 5º, deixou o mexicano para trás logo na primeira volta. Mas o piloto da Red Bull recuperou a posição duas voltas depois. Após superar o heptacampeão mundial, seu rival direto na briga pelo vice-campeonato mundial, Pérez foi para cima de Russell.

E, mais uma vez, o mexicano passou a duelar com um carro da Mercedes. Novamente, levou a melhor. Lá na frente, Verstappen abria vantagem sobre Norris, que já vislumbrava a ameaça do outro piloto da Red Bull.

Ainda dentro do Top 10, o australiano Daniel Ricciardo, da AlphaTauri, e o espanhol Carlos Sainz Jr., da Ferrari, fizeram boa disputa pelo 8º lugar. Eles trocaram posições até que o também australiano Oscar Piastri, da McLaren, também entrou na briga. Sainz levou a melhor sobre os rivais, com Ricciardo em 9º e Piastri em 10º.

A corrida sprint é um aperitivo para a prova deste domingo, de 71 voltas e cerca de 1h40min de duração. A largada está marcada para as 14 horas.

Confira a classificação final da corrida sprint em São Paulo:

1º – Max Verstappen (HOL/Red Bull), em 30min07s209

2º – Lando Norris (ING/McLaren), a 4.287

3º – Sergio Pérez (MEX/Red Bull), a 13s617

4º – George Russell (ING/Mercedes), a 25s879

5º – Charles Leclerc (MON/Ferrari), a 28s560

6º – Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri), a 29s210

7º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 34s726

8º – Carlos Sainz Jr. (ESP/Ferrari), a 35s106

9º – Daniel Ricciardo (AUS/AlphaTauri), a 35s303

10º – Oscar Piastri (ING/McLaren), a 38s219

11º – Fernando Alonso (ESP/Aston Martin), a 39s061

12º – Lance Stroll (CAN/Aston Martin), a 39s478

13º – Pierre Gasly (FRA/Alpine), a 40s621

14º – Esteban Ocon (FRA/Alpine), a 42s848

15º – Alexander Albon (TAI/Williams), a 43s394

16º – Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 56s507

17º – Guanyu Zhou (CHN/Alfa Romeo), a 58s723

18º – Nico Hülkenberg (ALE/Haas), a 60s330

19º – Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo), a 60s749

20º – Logan Sargeant (EUA/Williams), a 60s945