Marta diz que ‘treinou’ para dar bandeirada no GP de SP

A Rainha do Futebol disse que deve torcer por Lewis Hamilton nesta etapa da Fórmula 1

Marta diz que ‘treinou’ para dar bandeirada no GP de SP

Escolhida para ser a responsável para dar a bandeirada no GP de São Paulo deste ano, a atacante Marta afirmou neste sábado que treinou para não fazer feio na corrida deste domingo, no Autódromo de Interlagos. A Rainha do Futebol disse que deve torcer por Lewis Hamilton nesta etapa da Fórmula 1.

“Estou muito honrada com esse momento. Ainda mais aqui, no nosso País. Estou ansiosa também. Estava treinando lá fora. Perguntei quantos segundos era para segurar a bandeira. Acho que vai dar certo, uns 45 segundos”, disse a experiente jogadora de futebol, em entrevista à rádio Band.

Marta disse que vai representar neste domingo o futebol feminino em Interlagos. “Estou feliz porque aqui não é só a Marta. Representamos uma multidão de brasileiros apaixonados pela F-1. É muito grande. E estamos aqui representando todos eles, principalmente o futebol feminino.”

Ela revelou que estará na torcida por dois pilotos. “Eu espero seja uma linda corrida. Tem o Hamilton, que é brasileiro praticamente, tem todo o carinho do povo brasileiro. Vim aqui para conhecer a equipe do Esteban Ocon, que é muito fã do nosso trabalho e do povo brasileiro. Espero que fique entre um deles”, disse a brasileira, referindo-se ao piloto francês da equipe Alpine.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Marta comentou também sobre a chegada de Arthur Elias ao comando da seleção feminina. Ele estreou no fim do mês passado com uma vitória e uma derrota, ambos em amistosos com o Canadá. Elias foi contratado para substituir Pia Sundhage, alvo de muitas críticas por causa da fraca campanha do Brasil na Copa do Mundo, no meio do ano – o time foi eliminado na fase de grupos.

“É muito cedo para falar (sobre o trabalho do treinador), acho que quem acompanhou os dois jogos com o Canadá viu uma equipe totalmente diferente, jogando com agressividade. Se conseguir manter essa agressividade com mais, digamos, precisão, temos tudo para voltar a jogar feliz, aquele futebol brasileiro que a galera gosta de curtir”, declarou.

Questionada sobre sua permanência na seleção, Marta desconversou. “Espero que sim…”, disse a Rainha, sem confirmar que continuará defendendo o time nacional na próxima temporada, ano da Olimpíada de Paris.