Boxe brasileiro dá show com nove finais no Pan de Santiago

Cinco mulheres e quatro homens estarão em ação a partir das 11 horas em busca da medalha de ouro

Boxe brasileiro dá show com nove finais no Pan de Santiago

O boxe brasileiro se classificou, nesta quinta-feira (26), para a disputa de nove finais nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile. Cinco mulheres e quatro homens estarão em ação a partir das 11 horas em busca da medalha de ouro. Com a vaga na final, todos garantiram presença nos Jogos Olímpicos de Paris no ano que vem.

“Campanha extraordinária. Cinco finais no feminino que viemos com seis atletas. Isso é muito representativo. E quatro em sete no masculino. Chegamos com 12 atletas na semifinal”, festejou o técnico Mateus Alves.

O destaque ficou para a bicampeã mundial Beatriz Ferreira, que superou a americana Jajaira Gonzalez, por 4 a 1 na opinião dos jurados, na categoria 60 quilos. No masculino, Wanderley ‘Holyfield’ Pereira dominou o haitiano Cedrick Belony, em decisão unânime, nos 80 quilos.

Keno Marley, nos 92 quilos, nem precisou entrar no ringue. Seu adversário, o canadense Elis Colwell, não passou no exame médico e o brasileiro acabou vencendo por WO.

Abner Teixeira vibrou muito depois de eliminar o colombiano Camilo Salcedo (4 a 1) na categoria acima dos 92 quilos. Os três rounds foram bastante disputados.

Luiz Oliveira, o Bolinha, neto do lendário Servílio de Oliveira, primeiro medalhista olímpico do boxe, foi eliminado pelo americano Jahmal Harvey (5 a 0), nos 57 quilos. Yuri Falcão, irmão dos medalhistas olímpicos Esquiva e Yamaguchi Falcão, perdeu para o canadense Wyatt Sanford (5 a 0), nos 63,5 quilos.

Nos 66 quilos, Maria Barbara dos Santos teve de suar bastante para ganhar da colombiana Gabriela Bravo (3 s 2). “Foi uma luta muita acirrada tive de mudar a estratégia no meio da luta. Deu tudo certo e eu estou muito feliz. Ter a ajuda de bons treinadores faz toda a diferença”, disse a brasileira.

Outros resultados: 54 quilos – Tatiana de Jesus bateu a chilena Arlette Bravo (4 a 1); 75 quilos – Viviane Pereira perdeu para a panamenha Atheina Bilon (5 a 0); 50 quilos – Caroline Barbosa bateu a colombiana Ingrit Valência (4 a 1); 57 quilos – Jucielen Romeu passou pela venezuelana Carolina Segovia 4 a 1; 51 quilos – Michael Trindade derrotou o argentino Nicanor Quiroga (4 a 1).

“Sabia que seria difícil, mas tive ajuda moral dos técnicos. Ele tinha mais experiência, mas consegui a vaga com muita garra, com o coração na ponta da luva”, disse Michael Trindade.

A equipe brasileira foi para Santiago com 13 atletas e apenas um ficou fora das semifinais. Para o quadro de medalhas, o Brasil já tem três bronzes. No boxe não há disputa do terceiro lugar e os atletas derrotados na semifinais garantem vaga no pódio.