Rebeca fica com prata e Flavinha é bronze nas assimétricas

A ginástica terminou o dia com quatro posições no pódio, pois Rebeca foi ouro no salto e Artur Nori prata no solo

Rebeca fica com prata e Flavinha é bronze nas assimétricas

A ginástica artística do Brasil conquistou mais duas medalhas nesta terça-feira (24) no Pan de Santiago, no Chile. Foi nas barras assimétricas com Rebeca Andrade (prata) e Flávia Saraiva (bronze). A ginástica terminou o dia com quatro posições no pódio, pois Rebeca foi ouro no salto e Artur Nori prata no solo.

A final das barras assimétricas foi marcada pelas quedas da americana Jordan Chiles (12,400) e da mexicana Paulina Campos (11,400), que terminaram respectivamente em sétimo e oitavo lugares.

Rebeca (14,333) e Flávia (13,733) foram as duas primeiras a se apresentar na competição. Elas só foram superadas pela americana Zoe Miller (14,666).

O quarto lugar ficou para a mexicana Ahtziri Sandoval (13,466), seguida pelas canadenses Aurelie Tran e Ava Stewart (ambas com 13,100).