Ginástica: Brasil garante vaga por equipes em Paris-2024

Atual campeã mundial Rebeca Andrade liderou o Brasil, que somou 164,297 pontos para assegurar a vaga

Ginástica: Brasil garante vaga por equipes em Paris-2024

A seleção brasileira de ginástica artística garantiu nesta segunda-feira, durante as classificatórias do Mundial da Antuérpia, na Bélgica, a classificação para a disputa por equipes dos Jogos de Paris-2024, feito não alcançado no ciclo da Olimpíada de Tóquio. Ao lado das companheiras Julia Soares, Jade Barbosa, Flávia Saraiva e Lorrane Oliveira, a medalhista olímpica e atual campeã mundial Rebeca Andrade liderou o Brasil, que somou 164,297 pontos para assegurar a vaga.

A disputa das classificatórias ainda está em curso na Antuérpia, mas as brasileiras, provisoriamente na terceira colocação, não podem deixar a zona de classificação, reservada às nove melhores seleções do campeonato. Elas estão atrás apenas dos Estados Unidos (171.395) e da Grã-Bretanha (166.130), ambas com vagas garantidas por meio do Mundial do ano passado. A final por equipes será disputada quarta-feira, a partir das 14h15 de Brasília.

Principal nome da ginástica brasileira, Rebeca Andrade teve média de 56,865 pontos e encaminhou a vaga na decisão do individual geral, prova na qual defende o título. A ginasta paulista estreou oficialmente sua nova apresentação de solo, que começa ao som de “End of Time”, de Beyoncé, passa por “Movimento da Sanfoninha”, de Anitta, e termina com a melodia de “Baile de Favela”, de MC João, música com a qual se consagrou nos últimos anos. Somou nota 14,633 e encaminhou vaga na final.

Rebeca também deixou engatilhadas as classificações para as finais da trave, com 13,800, e do salto, com 14,633, mas deve ficar de fora da briga nas barras assimétricas, prova na qual somou 13.966. Em duas decisões, Rebeca pode ter a companhia da compatriota Flávia Saraiva, dona de notas 54,699 no individual geral e 13,833 no solo. Julia Soares, Jade Barbosa e Lorrane Oliveira não alcançaram nenhuma final.