Com empate, São Bernardo elimina o Náutico e se classifica

Time pernambucano precisava vencer, mas reagiu tarde no jogo

Com empate, São Bernardo elimina o Náutico e se classifica

O Náutico está eliminado do Campeonato Brasileiro da Série C. Neste sábado (26), nos Aflitos, o time pernambucano precisava, a todo custo, da vitória para se classificar à próxima fase da competição. Mas falhas individuais renderam dois gols para o São Bernardo. Quando reagiu na partida, o Timbu chegou ao empate, mas o gol salvador não saiu. O clube alvirrubro terminou a primeira fase em 10º lugar, com 27 pontos. O São Bernardo passou em oitavo.

O Jogo

Para quem precisava ganhar a partida de todo jeito, o Timbu entrou cochilando. O time não deu nenhum, nenhum mesmo, chute em direção ao gol em toda a primeira etapa. O goleiro Alex Alves desceu para o intervalo com a camisa limpinha.

Mas, por incrível que pareça, essa não foi a pior parte. Aos 35 minutos, Victor Ferraz perdeu para Lucas Tocantins, que levou a bola pela esquerda e cruzou rasteiro para João Carlos tocar no canto de Vagner.

Bruno Pivetti mexeu para a segunda etapa e colocou Matheus Carvalho, Jael e Diego Ferreira. Com a torcida empurrando, o Timbu foi para o ‘tudo ou nada’, porém, faltava inspiração ao time alvirrubro.

E, lá atrás, outra falha rendeu mais um gol ao São Bernardo. Diego Matos recuou para Vagner, só que o goleiro alvirrubro se atrapalhou com a bola e entregou de bandeja para Hugo Sanches que passou livre e ampliou.

Por sorte, o Náutico reagiu rápido. Três minutos depois, após um lançamento para a área, a bola se ofereceu para Maxwell, que bateu por baixo de Alex Alves para diminuir. Aí é que o time da casa foi para o abafa mesmo. Matheus Carvalho empatou, incendiou a partida, mas já era 45 do segundo tempo, e o 2×2 permaneceu até o fim.

FICHA TÉCNICA 

Competição: Campeonato Brasileiro da Série C

Local: Aflitos (Recife)

Náutico: Vagner; Victor Ferraz (Matheus Carvalho), Denílson, Richardson e Diego Matos; Jean Mangabeira, Souza, Eduardo (Jael) e Bryan (Diego Ferreira); Maxwell (Alisson Santos) e Ribamar. Técnico: Bruno Pivetti

São Bernardo: Alex Alves; Jeferson, Biazus, Carlos Itambé e Arthur Henrique; Bruno Azevedo, Rodrigo Souza e Romisson; Matheus Oliveira (Hugo Sanches), João Carlos e Luiz Filipe (Lucas Tocantins). Técnico: Márcio Zanardi

Gols: Maxwell e Matheus Carvalho (NAU); João Carlos e Hugo Sanches (SBE)

Arbitragem: Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (Fifa-RJ)

Assistentes: Michael Correia (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

Cartão amarelo: Biazus (SBE)

Público: 18.324

Renda: R$ 322.629,00