Haaland faz 2 e Manchester City estreia vencendo no Inglês

Atacante foi destaque na vitória do Manchester City diante do Burnley

Haaland faz 2 e Manchester City estreia vencendo no Inglês

Artilheiro da edição passada do Campeonato Inglês, com 35 gols, o norueguês Edwin Haaland mostrou na abertura da nova temporada, nesta sexta-feira, que brigará para repetir o feito. O camisa 9 foi o destaque na vitória do Manchester City diante do Burnley, ao anotar dois gols no triunfo por 3 a 0 do atual campeão na casa da equipe que está de volta à elite inglesa.

O norueguês deixou sua marca ainda no primeiro tempo, ambos com o pé esquerdo. Rodri fechou a vitória na etapa final, em clara mostra que o City continua forte apesar de ter perdido o alemão Gündogan para o Barcelona.

A alegria da vitória na estreia teve um contraponto. A temporada nem bem começou e Pep Guardiola já tem dores de cabeça para armar o time por causa de lesões. Rubens Dias (concussão) e John Stones (dores no adutor) nem foram relacionados para a estreia. Kevin De Bruyne atuou por somente 24 minutos. Após dar um passe para Haaland, o belga acusou uma lesão muscular e já pediu substituição. O trio não deve disputar a final da Superliga da Europa, dia 16, contra o Sevilla.

Naquele momento o City ganhava por 1 a 0. Logo aos 4 minutos, em cobrança ensaiada de escanteio curto, troca de passes e cruzamento na segunda trave para Rodri servir Haaland, que abriu o placar. O atacante apareceria novamente antes do intervalo.

O segundo gol de Haaland no estádio Turf Moor saiu aos 36 e foi muito bonito. Após intensa troca de passes do City, veio o cruzamento da direita, para trás. Julian Álvarez dominou e ajeitou para o norueguês mandar de esquerda, no ângulo.

Apesar dos dois gols, Haaland foi ao vestiário reclamando não ter recebido alguns passes. Em um lance de Bernardo Silva, mostrou seu descontentamento. Guardiola o acalmou.

O segundo tempo foi mais duro para o City com a forte marcação do Burnley de Kompany, ex-zagueiro do time de Guardiola e que tentou ao máximo dificultar as ações com marcação sob pressão e, por ora, homem a homem.

Mesmo com dificuldades, o City ainda conseguiu ampliar. Com o herói da conquista da Liga dos Campeões, o volante Rodri, que já havia dado uma assistência no jogo. Após cobrança de falta para a área, ele pegou a sobra e definiu.