Surfista que bateu Medina em Mundial recebe ameaças

O surfista postou em seu instagram a mensagem que recebeu de um fã brasileiro, que já apagou sua conta na rede social

Surfista que bateu Medina em Mundial recebe ameaças

O australiano Ethan Ewing usou as redes sociais para mostrar parte da reação dos fãs brasileiros após o surfista ter eliminado Gabriel Medina na etapa do Circuito Mundial de Surfe. O surfista postou em seu instagram a mensagem que recebeu de um fã brasileiro, que já apagou sua conta na rede social.

“Um dia, você vai competir no Brasil, e nós lembraremos de você. Prepare-se. Estou falando de novo. Aqui no Brasil nós vamos te matar. Saquarema vai ser seu funeral”, dizia a mensagem que Ewing mostrou em um print.

A mensagem foi enviada por uma pessoa que já desativou a conta no Instagram. Ethan Ewing foi o responsável pela eliminação de Gabriel Medina na etapa do Surf Ranch, que aconteceu no último fim de semana. A desclassificação do brasileiro causou muita polêmica e revoltou grande parte dos fãs de surfe no mundo.

ENTENDA A POLÊMICA

Nas quartas de final da etapa deste final de semana, Gabriel Medina e Ethan Ewing terminaram com o mesmo somatório, de 14.67. Contudo, o australiano avançou pelos critérios de desempate por ter a maior nota superior à maior nota do brasileiro. Após a classificação de Ethan para a semifinal, muitas pessoas reclamaram do critério para as notas dadas para os dois sufistas.

Após o fim de sua participação na etapa deste final de semana, Gabriel Medina usou as redes sociais para pedir mais clareza nas notas dadas pelos árbitros da WSL. Segundo o surfista brasileiro tricampeão do mundo, a forma como são as notas atualmente no esporte são uma “ameaça para o esporte”.

Com a eliminação de Medina, outros brasileiros também criticaram a forma como são dadas as notas nas etapas do Circuito Mundial de Surfe. Ítalo Ferreira e Filipe Toledo, brasileiros campeões mundiais nas últimas temporadas, usaram as redes sociais para se posicionar sobre o assunto.

“Vai além de uma nota. O meu intuito não é atacar, ferir, entrar no mérito de julgamento, mas o silêncio me consome. O surfe que me deu e dá tudo. Eu vivo por isso, se é que ainda preciso provar. Meu olhar, minha energia e o que eles carregam dizem tudo. De minha parte, surfe, eu te entrego meu todo. Minha devoção. Meu dia a dia que só eu, minha equipe e minha família sabemos. E assim, seguiremos”, diz trecho da postagem de Ítalo.

“Por amor ao esporte, sigo firme e forte. E, agora, estou com sentimento de felicidade ao ver os posts do Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e muito outros, que ainda podem aderir à ideia de que o que buscamos será sempre a evolução do esporte, com justiça e transparência. Não queremos nada além do justo. Nada além do que é de direito nosso. Precisamos que a nossa voz seja ouvida e respeitada, pois, afinal, nós somos os protagonistas disso tudo”, afirmou Filipinho.