, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0], p = /^http:/.test(d.location) ? 'http' : 'https'; if (!d.getElementById(id)) { js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = p + '://platform.twitter.com/widgets.js'; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); } }(document, 'script', 'twitter-wjs');

Pelo US Open, Bia Haddad desiste do WTA 250 de Granby

Caso disputasse o torneio do Canadá, ela seria a cabeça de chave número 1, algo raro em sua carreira em um torneio deste nível

sab, 20/08/2022 - 17:58

Beatriz Haddad Maia já se concentra para US Open, marcado para começar no dia 29 deste mês. Após duas eliminações no WTA 1000 de Cincinnati, ambas contra a letã Jelena Ostapenko nas duplas e em simples, a brasileira decidiu não participar do WTA 250 de Granby, no Canadá, marcado para a próxima semana. A atual número 16 ranking mundial viaja direto para Nova York, onde já vai se preparar para o último Grand Slam do ano.

"Estou ótima, me sinto muito bem. Resolvemos não disputar Granby apenas como planejamento para chegarmos para o US Open com a melhor preparação possível. Terei a chance de jogar outros WTAs em 2022, mas Grand Slam só tem mais um. Sigo aprendendo e me entregando ao processo diariamente", disse a tenista.

Caso disputasse o torneio do Canadá, ela seria a cabeça de chave número 1, algo raro em sua carreira em um torneio deste nível. O status de principal favorita tem relação com sua forte ascensão ao longo da temporada 2022.

Há uma semana foi vice-campeã do WTA 1000 de Toronto, vencendo nomes como Iga Swiatek, líder do ranking mundial, e Belinda Bencic, campeã olímpica em Tóquio, ao longo do torneio. Ao lado da casaque Anna Danilina, foi finalista do Aberto da Austrália, se tornando a primeira brasileira na decisão do torneio australiano na era aberta do tênis.

COMENTÁRIOS dos leitores