Ciclismo oferece benefícios para a saúde e o meio ambiente

Andar de bicicleta causa menos impactos na natureza e a atividade pode ser incluída no dia a dia das pessoas

sex, 18/03/2022 - 16:03

Pedalar está em alta no Brasil. Segundo monitoramento realizado pela Aliança Bike (Associação Brasileira do Setor de Bicicletas), só no primeiro semestre de 2021 o mercado de bicicletas registrou a média de 34% no aumento das vendas em comparação ao mesmo período no ano passado, em que o setor foi bastante afetado negativamente com o início da pandemia da covid-19 no país.

"A 'brincadeira de criança' também é proveitosa ea8 traz benefícios para nós durante a fase adulta. O ciclismo é uma atividade completa que, além dos aspectos ambientais, colabora para o desenvolvimento da saúde humana", explica o professor e doutor em Ciências Ambientais Paulo Pinho. “Quando comparada a outras formas de locomoção, ela se mostra como a mais eficiente no critério energético e a que menos impacta”, diz.

O educador reforça a importância da criação de infraestrutura para a segurança dos ciclistas como incentivo do uso das bikes e afirma que a sociedade também é fundamental nesse processo. “Todos nós somos corresponsáveis para a ampliação da utilização da bicicleta como meio de transporte não só para entretenimento, para lazer, mas também para o deslocamento cotidiano”, complementa. 

Há cerca de 10 anos, o professor de Artes Marciais Francisco Luiz Junior começou a pedalar pela necessidade de praticar uma atividade física. Porém, o pedal também lhe trouxe outra vantagem: a economia no consumo de gasolina. 

“Comecei a usar a bicicleta para fazer algumas coisas mais próximas de casa, algumas coisas mais rápidas, como ir ao açougue e à padaria, mercadinho, fazer uma compra pequena ou, às vezes, até dar uma volta pela orla da praia ou para a praça”, conta.

Ao optarmos pelo uso da bicicleta como meio de transporte, deixamos de emitir qualquer gás do efeito estufa, considerando que a gasolina e o diesel são os principais responsáveis pela emissão de gás carbônico – CO2. 

O atleta também incentiva as pessoas que ainda não adotaram o ciclismo. “Comece fazendo algo que te dê prazer com a bicicleta. Pedalar ao amanhecer, ou no fim do dia, a fim de você relaxar não só o corpo, a tensão do dia, como a mente também, fazer uma higiene mental, é muito bom”, conclui.

Por Even Oliveira e Isabella Cordeiro (sob orientação e acompanhamento de Antonio Carlos Pimentel).

 

COMENTÁRIOS dos leitores