Pipico processa o Santa e quer quase meio milhão de reais

O atacante alega que o clube lhe deve salários, verbas rescisórias e depósitos de FGTS

Pipico processa o Santa e quer quase meio milhão de reais

O Santa Cruz está com folhas de pagamento em aberto com o atual elenco. O novo presidente, Antônio Luiz Neto, sabe disso e já se movimenta para conseguir os recursos. Mas até quem já saiu do clube faz tempo tem valores a receber do clube. O atacante Pipico está processando o tricolor e quer quase R$ 500 mil do já combalido time pernambucano.

Ídolo de boa parte da torcida durante a maior parte da sua passagem pelo Santa – entre 2018 e 2021 – Pipico alega que o clube lhe deve salários, verbas rescisórias e depósitos de FGTS. O processo foi revelado pelo GE e confirmado pelo LeiaJá.

De acordo com o processo, Wesley Henrique Lima Silva e Silva, ou só Pipico, quer R$ 496.173,61 do Santa Cruz. Hoje no Madureira, do Rio de Janeiro, o atacante tinha contrato com o clube do Recife até este ano, mas foi mandado embora após a desastrosa campanha na série C de 2021, que terminou com o rebaixamento do clube.

Carteira de Trabalho

Ainda de acordo com o processo, impetrado na última segunda-feira (14), o Santa Cruz ainda não devolveu a carteira de trabalho de Pipico. O time tem 15 dias para apresentar a sua defesa ou terá que pagar R$ 1.000 pelo documento perdido.