Patrocinadora do Náutico exige apuração sobre assédio

Empresa afirmou que espera uma punição exemplar no caso de assédio

qui, 25/11/2021 - 15:59
Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo Estádio dos Aflitos Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo

Uma das patrocinadoras do Náutico, a Drogafonte divulgou nota nesta quinta-feira (25) em que 'exige' uma apuração 'rigorosa' por parte do clube sobre o caso de assédio. A acusação foi feita pela ex-diretora Tatiana Roma contra o ex-superintendente financeiro Erisson Melo, irmão do presidente do clube, Edno Melo. 

--> Defesa diz que Erisson Melo 'não tem do que se defender'

-->Dirigente do Náutico é alvo de novas denúncias de assédio

Em nota divulgada nas redes sociais, a empresa afirma que espera que o caso tenha uma ‘punição exemplar’ e ainda afirmou que “vai apoiar financeiramente a contratação de uma consultoria especializada em treinamentos, canais de apoio, além de prevenção e combate ao assédio ou qualquer outra importunação sofrida por mulheres em organizações e entidades”.

Nesta quarta-feira (24), o clube anunciou a contratação da empresa Women Friendly, empresa especializada em treinamentos para situações como essa.

COMENTÁRIOS dos leitores