Anvisa pede deportação de jogadores argentinos

Emiliano Martínez e Buendía (Aston Villa) e Cristian Romero e Lo Celso (Tottenham) descumpriram normas de entrada no país

dom, 05/09/2021 - 16:11
Reprodução Facebook O jogo válido pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo tem ares de revanche Reprodução Facebook

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou neste domingo (5) que os quatros jogadores da seleção Argentina de futebol, Emiliano Martínez e Buendía (Aston Villa) e Cristian Romero e Lo Celso (Tottenham), fossem deportados depois de descumprirem normas de entrada no país. Os jogadores foram convocados para o jogo entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e entraram em campo mesmo apos determinação.

O motivo específico que causou o pedido de extradição feito na Polícia Federal e baseado na Portaria Interministerial nº 655, de 2021 que prevê que qualquer viajante proveniente do Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia, sejam  impedidos de ingressar no Brasil sem no mínimo cumprir quarentena. Os atletas não comunicaram as entidades brasileiras que vinham da Inglaterra, país onde atuam.

A Anvisa informa que soube de forma não oficial que os atletas infringiram a regra de entrada no Brasil e desde então passou a investigar a situação. Depois de avaliada, o órgão avaliou  que “os atletas descumpriram regra para entrada de viajantes em solo brasileiro”.

“A Anvisa considera a situação risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro, nos termos do art. 11, da Lei Federal nº 6437/77”, diz um trecho do comunicado oficial da Anvisa.

Os jogadores inclusive chegaram à Neo Química Arena, estádio do Corinthians e palco  da partida entre Brasil e Argentina neste domingo. O jogo válido pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo tem ares de revanche, visto que o Brasil recentemente foi derrotado por Messi e companhia na final da Copa América. Desde então houve muita provocação de ambos os lados nas redes sociais.

 

COMENTÁRIOS dos leitores