Série de lesões preocupa Crespo no São Paulo

Com pouco mais de um mês no grupo profissional, o jovem atacante aumenta a estatística de machucados e se torna o 19º jogador do elenco do São Paulo a visitar o departamento médico na temporada

dom, 01/08/2021 - 08:49

Marquinhos coloca a mão no músculo posterior da coxa e cai, incomodado. Jogando bem contra o Palmeiras, no Morumbi, é obrigado a ser substituído. Com pouco mais de um mês no grupo profissional, o jovem atacante aumenta a estatística de machucados e se torna o 19º jogador do elenco do São Paulo a visitar o departamento médico na temporada. A série de contusões vem deixando Hernán Crespo bastante preocupado. O técnico argentino, porém, defende os profissionais do clube ao culpar a maratona de partidas.

Com jogo decisivo da Copa do Brasil na quarta-feira, diante do Vasco, o técnico mais uma vez terá de mexer na equipe. Nem pode pensar em poupar, o que vai obrigar a usar novamente quem vem atuando com regularidade. Mesmo com vantagem de 2 a 0, não pode correr riscos de poupar.

"O calendário é muito apertado, a sucessão de jogos...", lamentou. "Os jogadores não são robôs. Vamos completar um ano sem descanso. Falei com eles, haverá um ano e meio sem descanso", mostra preocupação. "Ao mesmo tempo, queremos ser competitivos, somos um dos poucos times que estão lutando em três competições diferentes e temos que continuar (jogando)."

Marquinhos não vai encarar os cariocas. Luciano é dúvida, pois voltou a sentir após retornar aos treinos com o grupo. Luan e William estão à disposição, mas foram preservados no clássico. Metade do atual elenco já se machucou e o clube promete diagnosticar uma causa.

"Estamos trabalhando para identificar o problema. E ele existe (muitas lesões)", enfatizou Crespo. "Gosto de viver o presente, sabemos que temos muitos desfalques, situações difíceis, atletas recuperando, então não posso programar nada (sobre já pensar na Libertadores)."

A ordem é focar no Vasco e, depois, no Athletico-PR, jogo do fim de semana no qual vai tentar se afastar de vez da faixa perigosa no Brasileirão. Só depois, Crespo voltará o foco no Palmeiras.

COMENTÁRIOS dos leitores