Daniel Cargnin conquista o bronze no judô até 66 kg

Com o resultado, o judô mantém a tradição de sempre levar o Brasil ao pódio em Olimpíadas desde os Jogos de Los-Angeles-1984

dom, 25/07/2021 - 08:10
Franck FIFE Daniel Cargnin celebra a vitória na disputa pelo terceiro lugar da categoria até 66 kg do judô contra o israelense Baruch Shmailov e a conquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio Franck FIFE

Daniel Cargnin conquistou, neste domingo (25), a medalha de bronze na categoria até 66 kg (meio-leve) do judô nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, ao derrotar na disputa do terceiro lugar o israelense Baruch Shmailov com um wazari.

Com o resultado, o judô mantém a tradição de sempre levar o Brasil ao pódio em Olimpíadas desde os Jogos de Los-Angeles-1984.

O domingo do judô em Tóquio foi marcado pelas medalhas de ouro conquistadas pelos irmãos japoneses Hifumi Abe e Uta Abe (até 52 kg).

Na competição, o gaúcho Cargnin estreou com uma vitória sobre o egípcio Mohamed Abdelmawgoud e no segundo combate superou Denis Vieru, da Mongólia.

Ao retornar ao tatame para a terceira luta, o brasileiro encarou uma pedreira: o italiano Manuel Lombardo, o primeiro colocado no ranking mundial. Em um combate muito tenso, Cargnin conseguiu um wazari a menos de 10 segundos do fim e avançou para as semifinais.

Na disputa por uma vaga na final, o brasileiro enfrentou o japonês Hifumi Abe e foi derrotado por ippon.

O atleta da casa conquistou o ouro ao superar na final o georgiano Vazha Margvelashvili.

A outra medalha de bronze da categoria meio-leve foi conquistada pelo sul-coreano Baul An, que derrotou o italiano Lombardo na disputa do terceiro lugar.

Na categoria feminina até 52 kg, a irmã de Hifumi, Uta Abe, também levou o ouro, completando a festa da família. Na final, ela superou a francesa Amandine Buchard.

Os bronzes entre as mulheres foram conquistados pela italiana Odette Giuffrida e a britânica Chelsie Giles.

A brasileira Larissa Pimenta foi eliminada na segunda luta justamente pela campeã Uta Abe.

A medalha de Daniel Cargnin é a segunda do Brasil em Tóquio, depois da prata conquistada, também neste domingo, por Kelvin Hoefler na categoria street do skate.

COMENTÁRIOS dos leitores