Carol Solberg volta a criticar a gestão de Jair Bolsonaro

Nesta quinta-feira (24), Carol Solberg e Bárbara Seixas conquistaram título do Superpraia

por Luan Amaral sex, 25/06/2021 - 18:24
William Lucas/Inovafoto/CBV Nesta quinta-feira (24), Carol Solberg e Bárbara Seixas conquistaram título do Superpraia William Lucas/Inovafoto/CBV

Outrora proibida e punida por dizer “Fora Bolsonaro”, a atleta brasileira do vôlei de praia Carol Solberg, voltou a mostrar seu descontentamento com o presidente na pandemia que já matou meio milhões de brasileiros. Nesta quinta-feira (24), depois de conquistar o título do Superpraia, ao lado de Bárbara Seixas, ela disse que tem ‘muita indignação’.

“Já foi o tempo em que dava para ficar aqui, jogando, sem falar sobre o que está acontecendo. Eu não consigo. A gente tem mais de 500 mil mortes. São mais de 500 mil famílias totalmente despedaçadas. Muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas se a gente tivesse comprado as vacinas, então é muita indignação, muita”, disse.

Diferente do que aconteceu em agosto do ano passado, Carol não citou nominalmente o presidente Bolsonaro, mas deixou bem claro o direcionamento das suas críticas. O “Fora Bolsonaro” de Carol culminou numa punição do STJD. Ela chegou a ser proibida de repetir a frase, mas acabou saindo vencedora do processo na segunda instância. Carol jogou nesta sexta, 25, a final do torneio Super Praia e venceu.

COMENTÁRIOS dos leitores