Após queda na Copa do Brasil, Cruzeiro demite treinador

O anúncio da saída de Felipe Conceição aconteceu em entrevista coletiva do presidente Sérgio Santos Rodrigues logo após a derrota para o Juazeirense

qui, 10/06/2021 - 07:12

Sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro e agora eliminado pelo Juazeirense-BA na 3ª fase da Copa do Brasil, o Cruzeiro demitiu o técnico Felipe Conceição ao fim da partida da noite desta quarta-feira (9), no interior da Bahia. O anúncio da saída aconteceu em entrevista coletiva do presidente Sérgio Santos Rodrigues logo após a derrota para o Juazeirense por 1 a 0, no tempo normal, e depois nos pênaltis por 3 a 2.

"A gente tem que corrigir o rumo das coisas enquanto ainda há tempo. Em razão disso, a gente conversou com o Felipe Conceição no vestiário e comunicamos a descontinuidade do trabalho. Agradeço pelo tempo que ele passou com a gente, pelo o que ele tentou fazer, mas infelizmente a performance que a gente esperava não aconteceu", disse o presidente.

A saída do treinador vinha sendo desenhada já na última semana, desde o desentendimento de Felipe Conceição com o atacante Rafael Sóbis, um dos líderes do elenco, durante a derrota para o CRB por 4 a 3, no Mineirão. O ambiente estava longe do ideal e sem perspectiva de melhora. Os números também não eram considerados bons. Ele comandou o time em 19 partidas, com um retrospecto de oito vitórias, três empates e oito derrotas, um aproveitamento de 47,3%.

O presidente cruzeirense pediu desculpas ao torcedor pelo momento do clube, mostrando incômodo com a sequência de derrotas do time. Ele aproveitou a entrevista e disse que o departamento de futebol já está analisando o que fazer sobre o novo treinador.

"Peço desculpa ao nosso torcedor. Um time da grandeza como o Cruzeiro não pode estar numa situação dessa. Já conversei com nosso executivo Rodrigo Pastana para a gente ver o que fazer de melhor daqui para frente. Vamos continuar pedindo o apoio de todo mundo. Vamos trabalhar para corrigir o percurso e buscar nosso maior objetivo, que é o acesso à Série A", completou.

A demissão, porém, vai ter implicação direta na campanha da Série B, onde o time perdeu seus dois primeiros jogos - 3 a 1 para o Confiança e 4 a 3 para o CRB. Pelo novo regulamento da CBF, cada clube só pode trocar de técnico uma vez, portanto, o nome a ser escolhido deverá seguir com o time até o término da temporada. Ou então, o clube usará um profissional interno, como um auxiliar ou técnico sub-20.

Esta foi a segunda eliminação seguida do Cruzeiro na terceira fase da Copa do Brasil. No ano passado o time já havia caído para o CRB.

O Cruzeiro voltará a campo no sábado para enfrentar o Goiás, às 21 horas, no Mineirão, pela terceira rodada da Série B. O time mineiro é o lanterna, ainda sem pontuar.

COMENTÁRIOS dos leitores