Filho de Barrichello correrá na Fórmula Regional Europeia

Dudu afirmou que quer obter bons resultados e mostrar que não está na categoria apenas por causa do sobrenome

ter, 05/01/2021 - 18:17
Reprodução/Instagram Dudu trocou as categorias de acesso da Fórmula Indy para disputar a temporada da Fórmula Regional Europeia Reprodução/Instagram

Filho mais velho do piloto Rubens Barrichello, Eduardo Barrichello anunciou nesta terça-feira que vai correr neste ano no automobilismo europeu para tentar chegar à Fórmula 1. Aos 19 anos, o piloto trocou as categorias de acesso da Fórmula Indy para disputar em 2021 a temporada da Fórmula Regional Europeia, um dos degraus rumo à principal categoria do automobilismo.

Dudu, como é conhecido, começou no kart ainda criança e sempre teve a companhia próxima do pai. Foi Rubinho quem incentivou o garoto a iniciar no automobilismo. E ele se emociona ao falar do caminho escolhido pelo filho. Em entrevista coletiva virtual, o experiente piloto segurou as lágrimas ao citar que Dudu correrá agora em pistas famosas como Spa-Francorchamps, na Bélgica, Monza, na Itália, Nurburgring, na Alemanha, e até mesmo nas ruas de Montecarlo. Em todas elas, Rubens disputou várias provas de Fórmula 1 entre 1993 e 2011.

"Sempre digo para o meu filho que o sonho tem de ser dele, não meu. Eu sempre peço a ele a determinação, o empenho e que seja feliz", disse Rubinho. Apesar da fama e do prestígio tem no automobilismo, o pai garante que a partir de agora a evolução na carreira dependerá dos resultados do garoto. "Eu posso abrir as portas, mas não posso mantê-las abertas", comentou.

Mesmo ciente do caminho longo rumo à Fórmula 1, Rubinho afirmou que terá o cuidado de deixar o filho seguir o próprio caminho e até mesmo passar por algumas dificuldades inerentes à carreira. "Eu sempre deixei claro que o meu crescimento se deve ao sofrimento. A gente aprende sofrendo. O maior sofrimento é a solidão, por estar sozinho. Mas isso vai fazer dele mais forte", comentou.

Depois de anos morando nos Estados Unidos, Dudu agora vai se mudar para a Itália para viver sozinho. O pai pretende acompanhar algumas das dez etapas da temporada quando a agenda de piloto da Stock Car permitir. Inclusive, alguns dos compromissos da Fórmula Regional Europeia serão eventos preliminares da Fórmula 1, oportunidade para o novato até mesmo já ter contato com o ambiente da principal categoria.

Dudu afirmou que quer obter bons resultados e mostrar que não está na categoria apenas por causa do sobrenome. "Eu preciso fazer a minha história. O meu paiá fez a carreira dele e agora é a minha vez. Ser filho de um piloto não acrescenta pressão para o meu lado. Quero seguir meu caminho", afirmou. Nas últimas semanas o jovem piloto intensificou a rotina de treinos físicos e no simulador para se adaptar.

Tudo será novidade para ele. O carro é bem diferente do que estava acostumado, as pistas são inéditas para Dudu e até mesmo as viagens pela Europa são algo desafiador. "O meu foco agora é estar pronto para tudo o que está vindo. Meu objetivo é poder sentir neste ano que tive uma boa performance, no meu alto nível", explicou. O passo seguinte depois da Fórmula Regional Europeia é a Fórmula 3, que por sua vez, pode render vaga na Fórmula 2, o último passo antes da F-1.

COMENTÁRIOS dos leitores