Pernambuco avança com flexibilização, mas futebol é adiado

Estado poderá perder espaço na disputa para a sede da Copa do Nordeste

por Luan Amaral ter, 30/06/2020 - 20:24
Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo FPF queria retomar as atividades no dia 5 de julho Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo

O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 avaliou os dados da saúde do Estado de Pernambuco nesta terça-feira (30) e chegou à conclusão que 54 municípios vão avançar para a quinta etapa do plano de convivência. Mas, apesar de constar no plano do governo a volta do futebol nesta etapa, a retomada do esporte foi adiada. 

O motivo da flexibilização, segundo o Governo do Estado, foi a constatação da queda dos números de casos de Covid-19. Pernambuco atualmente não possui filas para UTI e conta com uma taxa de ocupação de leitos em 77%. Porém, a volta do futebol sem torcida e o retorno do Polo de Confecção do Agreste ficaram de fora da flexibilização. 

Pernambuco é candidato a abrigar os jogos da Copa do Nordeste, mas o presidente da Liga do Nordeste, Eduardo Rocha, revelou que para acontecer a definição da sede única, há uma dependência da definição da CBF e da liberação dos Estados.

Caso outro Estado retorne nos próximos dias às atividades, Pernambuco pode ficar para trás na disputa. Na próxima terça-feira (7) o governo vai reavaliar a possibilidade de liberação e, com isso, ficou frustrada a previsão da Federação para a volta do Campeonato Pernambucano no dia 5 de julho.

COMENTÁRIOS dos leitores