Atletas brasileiros festejam adiamento das Olimpíadas

Comitês Olímpicos Nacionais se manifestaram a favor do adiamento dos Jogos

ter, 24/03/2020 - 13:46
Reprodução/Instagram/Bruno Fratus O nadador Bruno Fratus comemorou a decisão Reprodução/Instagram/Bruno Fratus

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio-2020 foram adiados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e pelo governo japonês nesta terça-feira (24) devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). No início deste mês, diversas competições ao redor do mundo foram canceladas e a aplicação da quarentena, para evitar a propagação da nova doença, interferiu na rotina de treinamentos dos atletas.

Desta forma, os Comitês Olímpicos Nacionais se manifestaram a favor do adiamento dos Jogos e, pressionado, o COI adiou a realização da Olimpíada para 2021. A decisão repercutiu de forma positiva entre atletas e confederações brasileiras, que se manifestaram em suas redes sociais.

Presente em seis edições de Olimpíada, Robert Scheidt, que é bicampeão olímpico e 15 vezes campeão mundial de vela, disse se tratar da "decisão correta". "A decisão do COI em adiar os Jogos Olímpicos para 2021 é a decisão correta. E eu que participei de seis Jogos Olímpicos sei que a Olimpíada é a maior celebração da humanidade. É uma grande festa. É o momento em que os atletas estão em seu auge. Mostram o máximo do seu talento uns contra os outros", afirmou em um vídeo divulgado em suas redes sociais.

"Infelizmente, o mundo está vivendo um momento muito triste e eu acho que a prioridade hoje é a saúde. Considerando a saúde dos atletas, de todos que estão envolvidos na organização da Olimpíada, a possibilidade de se preparar de uma maneira igualitária, já que em alguns países se pode treinar e em outros não, e considerando outras implicações, como processos seletivos para a Olimpíada, eu acredito que o caminho do adiamento é o correto", completou o velejador.

Um dos primeiros atletas do Brasil a fazer um movimento pedindo o adiamento dos Jogos Olímpicos nos últimos dias, o nadador Bruno Fratus comemorou. "Vamos voltar mais fortes e prontos para celebrar a excelência humana e a resiliência em 2021", publicou em sua conta no Instagram.

Gabriel Medina, que é bicampeão mundial de surfe e está com vaga garantida nos Jogos de Tóquio, ressaltou a questão de que os atletas agora poderão ter as mesmas chances de se preparar assim que tudo passar. "Acordei com essa notícia e acredito que foi uma decisão correta por parte do COI e os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A saúde e o bem-estar da população mundial é a maior prioridade do momento. Sigo focado com meus objetivos. E assim que tudo isso passar e a vida voltar ao normal quero retomar minha rotina de treinos como milhares de atletas também", comentou.

Maior atleta paralímpico do País, o nadador Daniel Dias foi outro que festejou bastante o adiamento dos Jogos. "Japão, te vejo em 2021! Obrigado COI pela sábia e sensata decisão. Fico mais tranquilo e motivado para participar destes Jogos em Tóquio!", escreveu.

A Confederação Brasileira de Ginástica destacou a importância do tempo de treinamento para os atletas. "O Primeiro Ministro do Japão pediu oficialmente ao Comitê Olímpico Internacional o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021! Com isso os atletas de todo mundo poderão ter uma preparação mais adequada para este mega evento. Nos vemos em #Tokyo2021", afirmou a entidade.

COMENTÁRIOS dos leitores