Com gol de Pipico, Santa vence, segue 100% e é líder

Aparentemente orientado pelo departamento médico, o técnico Itamar Schulle mexeu bastante na equipe, preservando vários titulares

Com gol de Pipico, Santa vence, segue 100% e é líder

Após sofrer a primeira derrota de 2020 diante do CRB pela Copa do Nordeste, o Santa Cruz voltou a campo neste domingo (2) pelo campeonato pernambucano. No Arruda, diante do Vitória das Tabocas, a cobra coral não teve grandes dificuldades para voltar a vencer, apesar do placar magro: 1 a 0, com gol de Pipico, de pênalti.

Aparentemente orientado pelo departamento médico do Santa, o técnico Itamar Schulle mexeu bastante na equipe, preservando vários titulares para o compromisso da próxima quarta (5) pela Copa do Brasil. Danny Morais, Júnior, Fabiano e Paulinho foram poupados. Anderson, Toty, Feliphe Gabriel e Lucas Gonçalves foram os escolhidos para substituí-los.

O primeiro tempo foi bem disputado, mas com muitos passes errados. A partir dos 15 minutos, o Santa conseguiu se organizar e teve as melhores chances do jogo, mas só conseguiu marcar após Patrick ser derrubado dentro da área e Pipico converter o pênalti. Já no segundo, com Didira na vaga de Lucas Gonçalves, o Santa conseguiu chegar várias vezes com perigo ao gol do Vitória, que pouco ameaçou a meta de Maycon Cleiton.

Schulle ainda promoveu as estreias do volante Tinga e do atacante Felipe Almeida, artilheiro do time sub-20 na Copa São Paulo.

A vitória e os 100% de aproveitamento devolveram ao Santa Cruz a liderança isolada do Campeonato Pernambucano com 9 pontos. Agora, o compromisso é diante do Operário do Mato Grosso pela Copa do Brasil.

FICHA DO JOGO

SANTA CRUZ – Maycon; Toty, Denilson, William Alves e Feliphe Gabriel; Bileu (Felipe Almeida), Lucas Gonçalves (Tinga) e Jeremias; Mayco Félix (Didira), Patrick Nonato e Pipico. Técnico: Itamar Schulle.

VITÓRIA DAS TABOCAS – Fellipe Alisson; Walber (Misso), Fabinho Vitória, Oséas e Giva; Wires (Lucas Santos), Christian Grasse (Bruno Sacomani) e Thomas; Paulo, Erverson e Lê Santos. Técnico: Alexandre Aguiar.

Árbitro: Rodrigo Pereira

Assistentes: Marcelino Castro e Michel Ferreira

Cartões amarelos: Lucas Gonçalves, Toty, Bileu (STA); Wires, Giva, Fabinho Vitória (VIT)



Cartão vermelho: Giva (VIT)



Público: 6.429



Renda: R$ 45.575