Após perder a Supercopa, Valverde deve deixar o Barcelona

Treinador soma 144 jogos, desde que assumiu o comando da equipe catalã

seg, 13/01/2020 - 19:28
Giuseppe CACACE / AFP Treinador soma 144 jogos, desde que assumiu o comando do Barcelona Giuseppe CACACE / AFP

O Barcelona deve anunciar nesta terça-feira a demissão do técnico Ernesto Valverde. A decisão teria sido tomada pela diretoria do time catalão, que esteve reunida durante toda a tarde desta segunda, no CT do clube, em Barcelona, inclusive com a participação do presidente Josep Maria Bartomeu. Para o seu lugar, o escolhido é Enrique Setién, mais conhecido como Quique Setién, ex-Las Palmas e Betis.

Valverde soma 144 jogos - com 97 vitórias, 32 empates e 15 derrotas - desde que assumiu o comando da equipe catalã em maio de 2017, quando substituiu Luis Enrique. Foram quatro conquistas: dois títulos do Campeonato Espanhol, um da Copa do Rei e um da Supercopa da Espanha.

O problema do trabalho de Valverde foram as duas eliminações consecutivas na Liga dos Campeões da Europa, em 2018 e 2019, quando caiu nos duelos de volta diante da Roma (quartas de final) e Liverpool (semifinal), por 4 a 1 e 4 a 0, respectivamente.

Apesar do desempenho irregular, Valverde deixará o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol (40 pontos, ao lado do Real Madrid) e classificado em primeiro lugar no Grupo F na Liga dos Campeões. A gota d'água foi a derrota para o Atlético de Madrid por 3 a 2, na semana passada, pela semifinal da Supercopa da Espanha, em duelo realizado na Arábia Saudita.

Segundo a imprensa espanhola, o representante de Quique Setién está em Barcelona para acertar os últimos detalhes. Antes dele foram procurados: Xavi Hernández, Ronald Koeman, Mauricio Pochettino, Robert Martínez, Gabriel Milito, Marcelo Gallardo e Thierry Henry.

COMENTÁRIOS dos leitores