Campeão olímpico promete correr maratona em menos de 2h

O queniano Eliud Kipchoge é o atual recordista mundial da prova, com o tempo de 2h01min39s, registrado na Maratona de Berlim, em setembro do ano passado

qui, 27/06/2019 - 10:50

Campeão olímpico nos Jogos do Rio-2016, o maratonista queniano Eliud Kipchoge prometeu nesta quinta-feira romper a sonhada barreira de duas horas na tradicional prova do atletismo mundial. A sua segunda chance nesta busca já tem data marcada: será em Viena, no dia 12 de outubro.

A tentativa será num parque, localizado na parte histórica da capital austríaca. Não há informações sobre outros competidores. Se o tempo estiver ruim, a organização do evento reservou mais oito possíveis dias para realizar a tentativa de quebra da barreira.

"Fui informado de que Viena tem um trajeto rápido e plano, bem protegido por árvores", afirmou Kipchoge, referindo-se à ajuda da sombra das árvores. "O trajeto é bem localizado, no coração da cidade, o que vai propiciar um grande público neste evento histórico", projetou.

O corredor é o atual recordista mundial da prova, com o tempo de 2h01min39s, registrado na Maratona de Berlim, em setembro do ano passado. Ele também é o dono da segunda melhor marca da história, com 2h02min37, obtido em Londres, em abril deste ano.

Será a segunda vez que Kipchoge tentará completar a distância de 42 quilômetros e 195 metros em menos de duas horas, algo inédito na história da prova. Na primeira, ele alcançou registrou o tempo de 2h00min25s, no circuito de Monza, na Itália, em 2017, mas a marca não foi homologada como recorde porque a organização do evento colocou "puxadores" no meio da corrida e bebidas foram dadas ao corredor com o uso de motocicletas.

COMENTÁRIOS dos leitores