Júlio César pede por fim da oscilação no Santa Cruz

Camisa 1 coral avalia que atual momento pede maior regularidade do time se quiser conquistar classificação nas competições

por Rodrigo Malveira qua, 15/03/2017 - 11:27
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo Júlio César reforçou apoio ao técnico Vinícius Eutrópio, que vem sendo bastante criticado pela torcida Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

Após a derrota para o Náutico, no último domingo (12), a necessidade de um bom resultado contra o Campinense passou a ser obrigação se o time quiser passar de fase na Copa do Nordeste. Para isso, o goleiro Júlio César coloca que é hora do time se firmar em campo. Tendo sido completamente remontado para a temporada, e tendo isso como argumento para a oscilação dentro de campo, o camisa 1 vê que o momento agora é de manter atuações regulares nos jogos decisivos.

“Eu acho que essa oscilação tem que acabar já. Estamos chegando num momento crucial do campeonato. Não serve como desculpa, é uma analise, mas temos que deixar isso de lado. Se essa oscilação acontecer contra o Campinense ou depois que a gente se classificar, é um campeonato que se foi. Já foi o tempo de conseguirmos o nosso entrosamento”, avaliou o goleiro.

Para Júlio César, essa oscilação foi um dos fatores que atrapalhou o Santa diante do Náutico. Tendo sido bastante enérgico durante o jogo, cobrando bastante dos companheiros, ele ressaltou que o time tinha condições de conseguir a classificação antecipada. “Eu estava bem irritado porque sabia que valia uma classificação. Na verdade, todos sabiam. A gente sabe que às vezes pode dar mais e tentei ajudar falando com todos. Meu sentimento é que a gente poderia ter cravado a classificação no domingo. Poderíamos jogar com o Campinense só pelo primeiro lugar”, lamentou.

No entanto, mesmo pregando o fim da oscilação e analisando que o time poderia ter rendido mais contra o Náutico, o goleiro saiu em defesa do técnico Vinícius Eutrópio, que após o resultado passou a ser bastante cobrado. “Acho que o trabalho dele está sendo bem feito. Ele é nosso comandante e temos que ajudar. Temos que proteger, pois ele está fazendo um bom trabalho. É a segunda derrota nossa no ano, mas quando você joga em time grande sabe que a cobrança vai vir mesmo”, finalizou o camisa 1 coral.

LeiaJá também

--> Críticas não condizem com aproveitamento de Santa e Sport

--> Eutrópio reconhece méritos do adversário e lamenta derrota

COMENTÁRIOS dos leitores