Más condições fazem Vila Olímpica virar 'Favela Olímpica'

Termo ganhou repercussão na internet após criticas de jornalista australiano

qua, 27/07/2016 - 12:38

As criticas de um jornalista australiano, a organização dos jogos olímpicos do Rio-2016 vem repercutindo nas redes sociais brasileiras. Em coluna publicada no The Daily Telegraph, o australiano Richard Hinds é mais um a criticar as instalações da Vila Olímpica, assim como fizeram as delegações da Austrália, Suécia e Bielorrússia. No texto, o autor usa o termo Favela Olímpica para definir os locais onde os atletas dos países ficarão hospedados e compara o local às condições de vida dos brasileiros: “Para quem água encanada, esgotos e paredes são opcionais extras”.

O texto ainda contém comentários no mesmo nível a respeito do velódromo construído para os jogos, a segurança do Rio e surto de zika na cidade. “O Comitê Organizador me garantiu que, após aplicação de repelente de mosquitos, é perfeitamente seguro apreciar tudo o que esta bela cidade tem a oferecer. Também me garantiram que todos os atletas roubados e sequestrados por bandidos armados serão soltos a tempo de disputarem suas competições”, escreveu Richard.

As palavras do jornalista rapidamente repercutiram na internet brasileira e o termo ‘Favela Olímpica’ entrou nos trend topics do Twitter no país. Entre os brasileiros, alguns se posicionaram contra as declarações do australiano, mas muitos também aproveitaram para se juntar ao crítico e se declarar contra a organização dos Jogos. 

Ao ver a repercussão dos comentários na internet brasileira, o jornalista australiano se pronunciou por meio da sua conta na rede social para declarar que o texto tinha tom satírico e que adora o Brasil.

LeiaJá também

--> Aos poucos, australianos começam a ocupar a Vila Olímpica

--> Comitê Rio-2016 nega desistência sueca de entrar na Vila

--> Brasileiro está preocupado com organização do Rio-2016

--> Rio-2016 garante ter 'controle total' após polêmica

--> Planalto está 'preocupado' com problemas na Vila Olímpica

--> Paes rebate desconfiança em relação à Olimpíada

--> Vila Olímpica tem 600 novos trabalhadores em força tarefa

COMENTÁRIOS dos leitores