Seleção joga em estádio 'vazio' e torcida culpa divulgação

Maioria dos torcedores que foram à Ilha do Retiro apoiar o time Canarinho reclamaram que partida não teve boas campanhas de marketing

por Lívio Angelim qua, 11/11/2015 - 20:44

O público presente na Ilha do Retiro, nesta quarta-feira (11), para o jogo das seleções olímpicas de Brasil e Estados Unidos, sequer superou os menores jogos de Campeonato Pernambucano. Corredores vazios, bilheterias sem fila, e muitos espaços nas arquibancadas. O motivo? Os torcedores associaram à falta de divulgação do amistoso internacional.

André Silva, comerciante, foi ao jogo para vender bandeiras do Brasil e não teve tanta sorte. Com poucos torcedores nos entornos do estádio, as vendas não chegaram ao esperado. "Essa seleção que é boa de se ver, porque os meninos estão aí comendo a bola. Os outros não, só pensam em dinheiro, já não querem mais melhorar o futebol. Bem que poderia vir mais gente, não é? Mas todo mundo ficou sabendo do jogo em cima da hora", disse.

Mário Leite também reclamou da falta de divulgação e contou que soube do amistoso internacional por acaso. "Acho que não tem tanto público porque teve jogo de Sport domingo, Santa Cruz ontem e vai ter Náutico sábado que vem. Isso influencia muito, mas também acho que faltou divulgação. Eu e meus filhos torcemos pelo Sport e quando viemos para o jogo domingo passado, contra o Grêmio, vimos os cartazes para a partida. Eu só vim porque os meninos fizeram questão", falou o pai de Pedro e Rafael. 

Presidente da Federação Pernambucana de Futebol e chefe da delegação brasileira no Recife, Evandro Carvalho explicou que não teve tempo para trabalhar o marketing para a partida porque não estava no planejamento receber o amistoso. "Esse é um jogo festivo. O público não está abaixo do esperado, não. Não estava na programação e fizemos tudo dentro do possível", pontuou.

Evandro Carvalho ainda acrescentou que os clubes pernambucanos estão tomando a atenção do público: "Os torcedores de Sport, Santa Cruz e Náutico estão focados nos seus times, que brigam por coisas grandes nesta reta final de Campeonato Brasileiro. O Leão busca a Libertadores e os outros dois o acesso". O presidente ainda disse que esperava cerca de 8 mil pessoas. Mas o total registrado foi de 6.902.

COMENTÁRIOS dos leitores