Melo e Dodig levam virada na decisão do ATP Finals

Com a derrota neste domingo, o tensita do Brasil ainda perdeu a chance de igualar o feito de Gustavo Kuerten, único brasileiro a vencer o torneio que encerra a temporada da ATP

dom, 16/11/2014 - 14:50
LEON NEAL / AFP Melo e Dodig seguem em busca de um título de maior porte na carreira LEON NEAL / AFP

Marcelo Melo e Ivan Dodig não resistiram aos irmãos Bob e Mike Bryan neste domingo e ficaram com o vice-campeonato do ATP Finals, que reúne as oito melhores duplas da temporada, em Londres. A parceria norte-americana, número 1 do mundo e favorita ao título, venceu de virada a decisão pelo placar de 6/7 (5/7), 6/2 e 10/7, em 1h25min de partida.

A vitória garantiu o quarto troféu dos irmãos nesta competição - não venciam desde 2009 -, o 10º título no ano e o 103º na carreira (jogando juntos). Líderes disparados no ranking da ATP, Bob e Mike Bryan formam, para muitos, a melhor dupla da história do tênis.

Melo e Dodig seguem em busca de um título de maior porte na carreira. No ano passado, foram derrotados na final de Wimbledon. Na atual temporada, não passaram do vice-campeonato nos Masters 1000 do Canadá e Montecarlo. A maior conquista deles continua sendo o Masters 1000 de Xangai, em 2013.

Com a derrota neste domingo, Melo ainda perdeu a chance de igualar o feito de Gustavo Kuerten, único brasileiro a vencer o torneio que encerra a temporada da ATP. Em 2000, o catarinense não apenas levantou o troféu como também garantiu pontuação para alcançar o topo do ranking.

A final em Londres foi equilibrada do começo ao fim. Sem quebras de saque, o set inicial foi decidido apenas no tie-break, com vantagem do brasileiro e do tenista croata. Eles chegaram a abrir frente no placar, mas permitiram a aproximação dos rivais. E fecharam o set antes da reação dos irmãos.

A segunda parcial foi menos parelha. Bob e Mike Bryan faturaram as duas únicas quebras da partida no set e venceram com certa folga. No super tie-break, então, o equilíbrio foi retomado. Mas, após seguidos erros de Melo e Dodig, os americanos abriram ligeira vantagem para fechar o jogo.

COMENTÁRIOS dos leitores