Lutadores casados em busca do título Brasileiro

Mayara Thais e Júlio Matos se uniram pelo matrimônio mas sempre tiveram algo muito forte em comum, que pode se transformar em um cinturão neste sábado (1º)

por Nicoly Moreira sex, 31/10/2014 - 10:00

Eles se conheceram na Paraíba há seis anos. Mayara Thays, de 21, começou a treinar muay thai por causa de Júlio Matos, 27, que ensinou os primeiros golpes à lutadora. O casal está junto a meia década, desde 2009 e se uniram pela prática das artes marciais. A dupla chegou a passar três anos sem treinar. Superaram as dificuldades da carreira e estão de volta aos ringues. O próximo desafio será no Campeonato Brasileiro da modalidade, realizado neste sábado (1º), justamente no estado onde tudo começou, na Paraíba - mais precisamente na cidade da Guarabira. 

Mayara levou seis meses de aulas para se apaixonar pelo esporte. E pelo treinador. Eles começaram a namorar e se casaram depois de um ano. Após mais dois aprendendo a modalidade na capital paraibana, o casal se mudou para o Recife, aonde a lutadora nasceu e morou até os 10 anos.

Júlio, natural de João Pessoa, veio para a cidade pernambucana junto com a esposa para buscar conhecer novos profissionais da área e buscar patrocínio para seguir no esporte. “Na Paraíba, conquistei alguns títulos no campeonato local. Já Mayara não disputou nenhuma competição no tempo que morou lá. Porque não tinha lutadoras da categoria dela para disputar campeonatos”, contou. 

Problemas dificultaram a prática do muay thai

Os lutadores ainda passaram três anos sem praticar o muay thai após se mudarem para o Recife. Como não conseguiu patrocínio, o casal permaneceu praticando atividades físicas para não perder o ritmo. “Passamos por alguns problemas e não conseguimos treinar e lutar. Mas, continuamos com a preparação física, correndo na praia e controlando a alimentação”, afirmou Mayara.

Além dos exercícios, Mayara também ocupava seu tempo com o curso técnico de segurança de trabalho. Já o marido trabalhava como segurança. Os dois ainda trabalhavam juntos em casa com o serviço de recuperação de fitas VHS e conversão para DVD. “Aprendemos esse trabalho com meu pai ainda na Paraíba e continuamos fazendo aqui para complementar a renda”, explicou Júlio Matos.

No Recife, retorno aos ringues através de patrocinadores

Depois de tanta procura, o casal conquistou alguns patrocínios na capital pernambucana. O apoio financeiro ajudou a retornarem aos treinamentos, através do pagamento da academia, da manutenção e compra de equipamentos, aquisição de suplementos alimentares e com as despesas de inscrições e viagens para disputar competições.

Desde o mês de junho, os lutadores voltaram a sua rotina de treinamentos e a primeira missão foi em agosto, no Campeonato Pernambucano de Muay Thai. “Na minha primeira luta profissional conquistei meu primeiro título, o de campeã pernambucana na categoria 55 kg”, disse Mayara. Na luta seguinte Julio garantiu o seu primeiro triunfo em Pernambuco com a vitória na categoria até 77 kg.

Após a conquista dos títulos, o casal seguiu com a preparação visando competições nacionais. A primeira delas é o Campeonato Brasileiro de Muay Thai, que será disputado neste sábado (1º), na Paraíba. “Nosso treinamento foi intenso para essa disputa, com mais de duas horas de específico e mais de cinco horas de atividades físicas diariamente. Estou muito preparada para conquistar o cinturão e adquirir mais experiência para acrescentar ainda mais meu conhecimento sobre as técnicas da modalidade”, afirmou a lutadora.

Mesmo após o início da preparação para a disputa, o marido de Mayara não poderá disputar o cinturão por causa de mudanças no trabalho. “Modificaram meu horário de trabalho e isso impediu meu seguimento nos treinos. Não pude mais manter o mesmo ritmo e isso me prejudicou. Não poderei disputar o cinturão, mas resolvi dar total apoio e ajudar a Mayara no treinamento. Dessa vez, ela vai representar a família e trazer o título para nós”, disse Júlio.

“O sonho dela é o meu sonho”

Com mais de três anos de experiência no muay thai, a pernambucana acredita que pode conquistar outras modalidades das artes marciais. O sonho de Mayara é lutar MMA e para isso já começou a praticar boxe e jiu-jitsu. “Minha expectativa é estrear no MMA profissional no final de 2015. Para isso estou especializando minhas técnicas em diversas modalidades e também buscando disputar competições para adquirir mais experiência”, revelou.

Além das competições nacionais, Mayara vai mais além. A lutadora ainda deseja entrar no octógono do UFC e enfrentar, quem sabe, a campeão Ronda Rousey, que pertence à sua categoria de peso. “Estou muito focada nos meus objetivos. Sei que posso ser uma vencedora e, um dia, disputar um cinturão no maior evento de MMA do mundo. Para isso eu preciso continuar trabalhando e vencendo uma etapa de cada vez”, afirmou.

Mayara conta com a força total do marido. Júlio acredita que a esposa tem plenas condições de chegar aonde deseja. “Estou junto com ela desde o início da carreira de lutadora. Ela é o meu centro das atenções. Vou continuar superando a rotina de trabalho, aprendendo mais e ganhando minhas lutas para dar a ela mais conhecimento e aprendizado para ela se tornar uma campeã. O sonho dela é o meu também”, disse.

COMENTÁRIOS dos leitores