Helinho se diz frustrado e vê Sato como rival por título

dom, 05/05/2013 - 17:10

Hélio Castroneves chegou para a etapa de São Paulo da Fórmula Indy como líder do campeonato e com a esperança de vencer pela primeira vez no Brasil, mas saiu do Anhembi da forma como não desejava. O piloto da Penske perdeu a dianteira do campeonato após terminar a prova deste domingo apenas em 13.º lugar e não escondeu a sua frustração com os problemas enfrentados neste fim de semana.

"Fico triste por não ter colaborado, dar a alegria de vencer ao torcedor brasileiro, mas vamos seguir. Sobre hoje (domingo), foi uma guerra, um fim de semana esquisito", disse Helinho, que largou apenas do 18.º lugar e não teve chance de lutar pela vitória. "Estava uma confusão lá atrás. É um drama, uma briga. Uma pena, porque tínhamos carro pra terminar na frente", completou.

Com o resultado, Helinho caiu para a terceira colocação no campeonato, com 116 pontos. O brasileiro está atrás do japonês Takuma Sato, que assumiu a liderança da Fórmula Indy com 136 pontos ao ficar na segunda posição na etapa de São Paulo, e do norte-americano Marco Andretti, que chegou aos 123 pontos com o terceiro lugar.

Helinho admitiu que não via Takuma Sato como um adversário direto na luta pelo título da Fórmula Indy, mas já começa a ver o japonês de forma diferente. "Analisando, ao menos os mais fortes, Will (Power), (Ryan) Hunter-Reay, Tony (Kanaan), (Dario) Franchitti, não foram bem. Mas agora tem que abrir o olho porque o japonês abriu o dele", comentou.

COMENTÁRIOS dos leitores