Brasil bate Porto Rico e conquista torneio de basquete

Equipe brasileira conquistou a vitória sobre Porto Rico com um placar de 89 a 79

Agência Estadopor Agência Estado sab, 27/08/2011 - 00:00

O Brasil mostrou, nesta sexta-feira (26), que, mesmo sem seus principais jogadores da NBA, é forte candidato a ficar com uma das duas vagas em jogo no Pré-Olímpico das Américas, que começa na próxima terça, em Mar Del Plata, na Argentina. O time do técnico argentino Rubén Magnano venceu Porto Rico, por 89 a 79, e conquistou o título invicto do Torneio Tuto Marchand, que reuniu em Foz do Iguaçu (PR) os quatro times que disputam diretamente uma vaga em Londres - os outros foram República Dominicana e Canadá. Dona da casa, a Argentina é favoritíssima a ficar com a outra.

Se contra a República Dominicana o grande problema foram os lances livres, desta vez o time brasileiro teve considerável melhora: acertou 19 de 23 arremessos. O mais importante, porém, foi ver que a equipe pode contar com Tiago Splitter, autor de 14 pontos nesta sexta. Os reservas também mostraram serviço. Juntos, os sete reservas foram responsáveis por quase metade (38) dos pontos brasileiros.

Assim como nos outros dois jogos do torneio, contra C"author fa fa-user">por Agência Estado sab, 27/08/2011 - 00:00

O Brasil mostrou, nesta sexta-feira (26), que, mesmo sem seus principais jogadores da NBA, é forte candidato a ficar com uma das duas vagas em jogo no Pré-Olímpico das Américas, que começa na próxima terça, em Mar Del Plata, na Argentina. O time do técnico argentino Rubén Magnano venceu Porto Rico, por 89 a 79, e conquistou o título invicto do Torneio Tuto Marchand, que reuniu em Foz do Iguaçu (PR) os quatro times que disputam diretamente uma vaga em Londres - os outros foram República Dominicana e Canadá. Dona da casa, a Argentina é favoritíssima a ficar com a outra.

Se contra a República Dominicana o grande problema foram os lances livres, desta vez o time brasileiro teve considerável melhora: acertou 19 de 23 arremessos. O mais importante, porém, foi ver que a equipe pode contar com Tiago Splitter, autor de 14 pontos nesta sexta. Os reservas também mostraram serviço. Juntos, os sete reservas foram responsáveis por quase metade (38) dos pontos brasileiros.

Assim como nos outros dois jogos do torneio, contra Canadá e República Dominicana, o Brasil começou o jogo com vantagem no placar, graças à forte marcação defensiva. Logo fez 9 a 1. Chegou a abrir 15 pontos e fechou o primeiro quarto com 27 a 18. Inconstante, o time do Brasil permitiu o empate no quarto seguinte, indo para o intervalo com 43 a 43.

Na segunda etapa, Marcelinho Huertas, o grande jogador do Brasil, não estava bem. Por isso, entrou o garoto Rafael Luz, que correspondeu à altura e acertou duas bolas de três seguidas. Mas o grande momento do jogo foi um toco incrível do também garoto Augusto, de 19 anos, no experiente Jose Barea. O lance claramente desequilibrou o armador porto-riquenho, que deu uma cabeçada no pivô brasileiro na sequência, e, consequentemente, todo o time adversário.

O lance ativou a rivalidade entre brasileiros e porto-riquenhos. Os dois times devem se reencontrar na segunda fase do Pré-Olímpico. O Brasil está no Grupo A e estreia na próxima terça contra a Venezuela. Porto Rico, no B, começa jogando contra o Panamá.

COMENTÁRIOS dos leitores