Felipe Neto chama Jair Bolsonaro de 'monstro genocida'

Felipe Neto fez uma postagem comentando a ida de Bolsonaro ao hospital, em Brasília, após o presidente da República reclamar de dores abdominais

por Paulo Uchôa qua, 14/07/2021 - 16:08
Reprodução/Instagram/@felipeneto Felipe Neto criticou Bolsonaro no Twitter, nesta quarta-feira (14) Reprodução/Instagram/@felipeneto

Nesta quarta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro foi parar o Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, após se queixar de dores abdominais. Reclamando de soluços há dias, o Chefe de Estado dividiu opiniões nas redes sociais com a divulgação do seu estado de saúde. Colecionando mensagens de apoio e crítica, Bolsonaro recebeu uma alfinetada de Felipe Neto.

O youtuber comentou a situação clínica do político, dizendo que não deseja o seu mal, mas torce para que ele se recupere o quanto antes para sofrer derrota nas urnas ou até mesmo deixar o governo com pedido de impeachment. "Como portador de doença de crohn, não sou capaz de desejar a dor intestinal sequer ao monstro genocida", disse.

Embed:

"Que se recupere logo, porque sua derrota tem que vir pelo povo, seja com voto ou com representação no impeachment. Seu futuro é o da vergonha e possivelmente da cadeia. Recupere-se", completou. A postagem de Felipe teve interação de pessoas contrárias aos posicionamentos do presidente da República. "Como não sou portador, desejo que esse ser abjeto definhe por décadas. Que apodreça, dessa vez literalmente, de dentro pra fora", disparou um dos internautas.

Recentemente, Felipe Neto repercutiu a avaliação negativa de Jair Bolsonaro à frente do cargo da presidência do Brasil. Ele chegou a vibrar com os dados da pesquisa divulgados pelo Datafolha. "Avaliação de ruim/péssimo para o governo Bolsonaro acaba de bater 51%. É inacreditável que seja tão pouca gente, mas agora já podemos dizer: somos maioria. Bolsonaro sempre defendeu que as minorias devem se curvar às maiorias. Renuncia, Bolsonaro", disse.

COMENTÁRIOS dos leitores